Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

New York perde para Charlotte e amarga sexta derrota seguida

Carmelo Anthony anotou 36 pontos, mas não foi o suficiente para colocar um ponto final no mau momento que o Knicks atravessa

iG São Paulo |

AP
Carmelo Anthony (à dir) disputa jogada com Gerald Henderson
A má fase do New York Knicks não teve fim. Jogando fora de casa, o time de Carmelo Anthony e Amar'e Stoudemire foi dominado e acabou derrotado por 114 a 106 pelo Charlotte Bobcats e amargou o sexto revés consecutivo na temporada.

Agora o New York soma apenas sete vitórias em 19 jogos desde a chegada de Carmelo. O Knicks não vence desde o dia 17 de março quando levou a melhor contra o Memphis Grizzlies. Com o revés, a equipe soma 35 vitórias e 38 derrotas e aparece em sétimo lugar na Conferência Leste.

Carmelo bem que tentou evitar a derrota. O jogador foi o cestinha da partida com 36 pontos. O jogador contou com a ajuda de Chauncey Billups que anotou um "double-double" ao marcar 14 pontos e distribuir dez assistências. No entanto, o Knicks caiu diante de um time que contou com ótima atuação coletiva. Foram oito atletas com pelo menos dez pontos. Entre eles, Boris Diaw. O ala-pivô foi o cestinha da equipe com 20.

Com a vitória, o Bobcats segue na briga por um lugar nos playoffs da Conferência Leste. Agora, o time de Charlotte soma 30 triunfos em 72 jogos e "roubou" momentaneamente a nona colocação do Milwaukee Bucks. Oito times de cada conferência avançam para a fase decisiva.

O jogo

Mesmo com baixo aproveitamento ofensivo (31,3%), o New York deixou a crise de lado e conseguiu equilibrar as ações com o Charlotte no começo da partida deste sábado. Após cinco trocas de liderança, o Knicks subiu sua produção de ataque até 46% para fechar o primeiro quarto em vantagem: 31 a 30.

O bom desempenho do New York no final do primeiro quarto não se repetiu no começo do segundo. O Bobcats marcou dez pontos seguidos nos primeiros quatro minutos do período, virou o placar, abriu nove de vantagem e obrigou o treinador Mike D'antoni a pedir tempo para o Knicks.

A parada não deu resultado imediato. Mesmo com os reservas em quadra, o Charlotte conseguiu ampliar o conforto no controle do marcador para 17 pontos. O Bobcats conseguiu o domínio através do jogo coletivo. Foram 13 assistências (cinco de D.J. Augustin) contra apenas oito do New York para fechar o primeiro tempo com 64 a 51.

Com Carmelo Anthony liderando a equipe e chegando aos 26 pontos, o Knicks voltou a fazer um período mais consistente. No entanto, o New York esbarrou no bom desempenho do Charlotte. O terceiro quarto foi equilibrado e acabou com empate em 28 pontos. Com isso, os donos da casa entraram nos 12 minutos finais com 13 de vantagem: 92 a 79.

No começo do último período o Charlotte tentou aproveitar ao máximo o tempo em suas posses de bola. Com isso, o Bobcats conseguiu fazer o relógio caminhar e estabelecer a diferença entre as equipes sempre acima dos dez pontos na primeira metade do quarto decisivo.

No entanto, o ataque do Bobcats parou de funcionar por dois minutos. O New York se aproveitou e contou com duas cestas seguidas de três pontos de Carmelo para reduzir a desvantagem para apenas cinco.

O jogo ficou emocionante e entrou nos dois minutos finais com as equipes separadas por sete pontos. Exagerando nas faltas, o Bobcats viu a vantagem cair para quatro. Já no último minuto o Knicks errou dois arremessos de três pontos e desperdiçou a oportunidade de conseguir a virada.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG