Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

New Orleans vence o Miami e segue invicto na temporada

Liderado por Chris Paul e Emeka Okafor, Hornets derrota o forte time do Heat em casa e mantém a invencibilidade

Luís Araújo, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861393710&_c_=MiGComponente_C

O New Orleans Hornets segue imbatível na temporada. Nesta sexta-feira, bateu o forte time do Miami Heat dentro de seus domínios por 96 a 93 e chegou à quinta vitória seguida.

Chris Paul teve mais uma atuação de destaque pelo New Orleans ao registrar 13 pontos, 19 assistências e cinco roubos de bola. Mas o armador contou com a ajuda fundamental de Emeka Okafor para chegar ao triunfo: o pivô teve 26 pontos e 13 rebotes.

O Miami teve o cestinha da partida: Dwyane Wade marcou 28 pontos e ainda pegou dez rebotes, mas foi responsável por sete dos 13 desperdícios de posse de bola da equipe. LeBron James também foi bem ao registrar 20 pontos, dez assistências, sete rebotes e três roubos de bola. Já o ala-pivô Chris Bosh apareceu com 15 pontos.

AP
Chris Paul faz a bandeja marcado de perto por Dwyane Wade

A chave para a vitória do Hornets na partida foi o jogo de garrafão. A equipe da casa anotou 50 pontos lá dentro, 20 a mais do que o Heat. Foi também superior nos rebotes: 42 a 36.

Liderados pelos 11 pontos de Okafor no primeiro quarto e pelo ótimo desempenho da defesa, os mandantes começaram melhor a partida e encerraram o período inicial vencendo por 29 a 17. O Miami até chegou a cortar a desvantagem para um dígito em seguida, por conta do bom desempenho dos reservas que entraram. Mas foi para os vestiários perdendo por 50 a 41.

O New Orleans seguiu no comando do marcador na segunda metade. Uma enterrada de Trevor Ariza com pouco menos de dois minutos por jogar no terceiro período deixou a equipe com 13 pontos de frente (72 a 59). Mas o Heat anotou os sete pontos seguintes e voltou a se aproximar com perigo no início do último período.

Comandado pelos 12 pontos de Wade na quarta parcial, o Miami conseguiu fazer com que toda a vantagem construída pelo Hornets na partida até então desaparecesse. E com dois lances livres convertidos por LeBron a um minuto do fim, alcançaram a liderança pela primeira vez na noite.

Mas a superioridade no marcador mudou de lado logo no ataque seguinte, quando Marco Belinelli acertou dois tiros livres. Um desperdício de Wade em seguida resultou numa bola de três de Ariza, que deixou o New Orleans quatro pontos à frente (94 a 90).

De forma imediata, Bosh respondeu na mesma moeda e manteve o Miami vivo no jogo. Depois disso, uma falta foi cometida rapidamente em cima de David West, que acertou seus lances livres e deixou o placar em 96 a 93 em favor do time local.

Os visitantes ainda tinham sete segundos para tentar levar a partida para a prorrogação, mas o tiro de longa distância de Eddie House não caiu. Wade pegou o rebote, mas também não conseguiu encestar. Assim, o marcador de 96 a 93 não foi alterado e o Hornets comemorou mais uma vitória na temporada.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG