Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

New Orleans leva a melhor sobre o Memphis em jogo eletrizante

Atuando em casa, Hornets só comemorou o triunfo após o último segundo da prorrogação. Washington segue sem vencer como visitante

iG São Paulo |

New Orleans Hornets e Memphis Grizzlies se enfrentaram na New Orleans Arena nesta quarta-feira e fizeram uma partida bastante emocionante, definida somente na última bola da prorrogação. O arremesso errado de Rudy Gay no estouro do cronômetro deu a vitória aos mandantes por 103 a 102.

Com 20 pontos e 12 assistências, o armador Chris Paul comandou a vitória do New Orleans. Dois outros jogadores da equipe também chegaram ao “double-double”: o ala-pivô David West (19 pontos e 11 rebotes) e o pivô Emeka Okafor (11 pontos e 11 rebotes).

O Memphis teve os dois cestinhas da noite: o ala Rudy Gay e o armador Mike Conley, com 22 pontos cada. Mas o ponto forte do time foi a dupla de garrafão: o ala-pivô Zach Randolph somou 17 pontos e dez rebotes, enquanto o pivô espanhol Marc Gasol marcou 12 pontos e apanhou os mesmos dez rebotes.

As duas equipes entraram no último quarto empatadas em 67 pontos e travaram uma disputa bastante acirrada ao longo de todo o período final. Com 23 segundos restantes no relógio, o Hornets perdia por um ponto (92 a 91) e tinha a chance de passar à frente, pois Okafor iria cobrar dois lances livres. O pivô errou o primeiro tiro, mas acertou o segundo e empatou o jogo.

AP
Rudy Gay lamenta arremesso perdido no último lance da partida

A última posse de bola era do Grizzlies. Mas os visitantes nem sequer conseguiram fazer um arremesso. Isso porque Conley foi desarmado por Trevor Ariza no segundo final.

O confronto foi para a prorrogação e parecia que teria o Memphis como vencedor quando o armador O.J. Mayo fez uma bandeja a 30 segundos do desfecho do tempo-extra, dando quatro pontos de superioridade à equipe. Mas o tiro de três de Paul logo no ataque seguinte manteve o Hornets vivo na partida.

A cena do final do tempo regulamentar se repetiu com dez segundos por jogar na prorrogação. Ariza novamente interceptou um passe errado de Conley e recuperou a posse de bola. O contra-ataque foi finalizado com uma bandeja de Al Thornton. Desta maneira, o New Orleans conseguiu a virada (103 a 102), algo que parecia pouco provável.

O Memphis ainda pediu tempo para armar uma última jogada. A bola foi para as mãos de Gay, responsável pelo arremesso derradeiro. Porém, a bola atirada pelo ala não entrou e o time local comemorou a vitória.

Milwaukee vence Washington

O Washington Wizards segue sem vencer fora de casa na temporada. Sofreu sua 20ª derrota em 20 compromissos como visitante no campeonato nesta quarta-feira diante do Milwaukee Bucks pelo placar de 100 a 87.

O armador Keyon Dooling, com 23 pontos, e o ala Corey Maggette, com 21 pontos e cinco rebotes, foram os destaques do Milwaukee. Do lado do Washington, o principal jogador foi o ala-pivô Andray Blatche, dono de 23 pontos e sete rebotes. Já o calouro John Wall somou dez pontos e 13 assistências.

Leia tudo sobre: new orleans hornetsmemphis grizzliesnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG