Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

New Orleans consegue reação histórica e vence Sacramento

Hornets tem grande recuperação depois de estar 20 pontos atrás no marcador e supera Kings no minuto final

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882769393&_c_=MiGComponente_C

Jogando diante de sua torcida o New Orleans Hornets conseguiu uma virada histórica e venceu o Sacramento Kings por 94 a 91 nesta quarta-feira. O Hornets chegou a estar 20 pontos atrás no placar, mas conseguiu a recuperação nos dois quartos finais.

Chris Paul liderou a reação dos mandantes. O armador anotou 22 pontos e deu 11 assistências. O pivô Emeka Okafor também teve boa participação: acertou quatro dos cinco tiros de quadra e terminou o jogo com dez pontos e nove rebotes. David West apanhou igualmente nove rebotes, mas contribuiu com 11 pontos e sete assistências.

Pelo Kings os destaques foram os armadores Tyreke Evans e Beno Udrih. Eles anotaram 22 e 20 pontos respectivamente. Evans ainda serviu sete vezes para a cesta, enquanto Udrih pegou sete rebotes.

Getty Images
Chris Paul, Willie Green e Marcus Thornton discutem durante pedido de tempo

O Sacramento deixou escapar a vitória. A equipe vencia por 70 a 50 faltando apenas quatro minutos para o fim do terceiro quarto, mas permitiu a reação do time da casa. Com a torcida inflamada pela boa recuperação do New Orleans, os visitantes não conseguiram evitar a virada no minuto final de jogo.

Essa foi a décima segunda derrota do Kings nos últimos 13 jogos. O time de Nova Orleans venceu a sua décima partida dentro de casa, mas apenas a terceira vitória nas últimas dez disputas.

Em casa, Memphis bate Charlotte sem muita dificuldade

O Memphis Grizzlies teve um jogo fácil nesta quarta-feira. A equipe bateu o Charlotte Bobcats por 113 a 80 com total domínio dos quatro quartos.

A gente jogou como se não estivesse nem aí, disse Larry Brown, treinador do Bobcats. Eu fui ao vestiário e implorei para o time jogar. Não houve nenhum esforço e nenhum trabalho de equipe.

Os pedidos de Brown foram em vão. O ala-armador Stephen Jackson foi o cestinha dos visitantes com 16 pontos. Ele acertou seis de 17 arremesses: 35% de aproveitamento. O armador D.J. Augustin contribuiu recuperando três bolas, servindo sete vezes para a cesta e apanhando cinco rebotes.

Pelo Grizzlies, O.J.  Mayo teve grande atuação. O ala-armador anotou 24 pontos em 24 minutos.  O ala Rudy Gay, por sua vez, fez 23 pontos, apanhou seis rebotes, deu cinco assistências e dois tocos. Os dois jogadores garantiram a facilidade da quarta vitória consecutiva do Memphis.   

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG