Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

New Jersey conquista vitória sobre New Orleans na prorrogação

Arremesso errado de Chris Paul no último segundo definiu resultado em favor do Nets. Indiana bateu Charlotte com toco no final

iG São Paulo |

O New Jersey Nets mediu forças com o New Orleans Hornets dentro de casa e venceu na prorrogação por 112 a 110. A partida foi decidida somente no estouro do cronômetro, após um arremesso errado de Chris Paul selar a vitória dos mandantes.

Apesar de ficar próximo de um “double-double”, Paul não teve uma boa atuação. O armador distribuiu 11 assistências e pegou cinco rebotes, mas anotou somente nove pontos e cometeu sete desperdícios ofensivos.

O ponto forte da equipe visitante foi o garrafão. O ala-pivô David West foi o cestinha da partida com 32 pontos, além de ainda ter apanhado 15 rebotes e dado cinco assistências. Já o pivô Aaron Gray teve dez pontos e 11 rebotes.

O destaque da vitória do New Jersey foi o armador reserva Sasha Vujacic, que saiu do banco para converter cinco bolas de longa distância e anotou 25 pontos – seu recorde na carreira. O jovem pivô Brook Lopez contribuiu com 20 pontos e sete rebotes. Quem também apareceu bem pelos mandantes foi o ala-pivô Kris Humphries, com 14 pontos e 15 rebotes.

AP
Brook Lopez arremessa sobre Aaron Gray
Os dois times permaneceram próximos um do outro durante toda a partida. Tanto que em nenhum momento a liderança de uma equipe sobre a outra chegou a atingir os dois dígitos.

A partida caminhava para seu desfecho completamente indefinida. A enterrada de Humphries com 12 segundos no relógio empatou a disputa em 91 pontos. A bola voltou para o Hornets, que teria a oportunidade de definir o resultado positivo no tempo regulamentar. Porém, o arremesso de West no último segundo não caiu.

O ritmo que tomou conta da partida, de muita proximidade entre as equipes no placar, foi o mesmo durante a prorrogação. O Nets passou dois pontos à frente (103 a 101) após lances livres certeiros de Lopez.

Não houve mais movimentação no marcador nos 24 segundos restantes do jogo. Paul ainda tentou a virada para o New Orleans com um tiro de três pontos no último segundo, mas não teve sucesso.

Indiana vence Charlotte com toco no final

Outra partida da rodada que foi definida somente no segundo final aconteceu em Indianápolis. O Indiana Pacers, time da casa, venceu o Charlotte Bobcats por 104 a 103 graças ao toco do armador Darren Collison em cima de Stephen Jackson no último lance.

Collison, que acabou sendo o herói da noite, teve 15 pontos e cinco assistências no confronto. Mas o grande destaque do Indiana ao longo da partida foi o pivô Roy Hibbert, com 29 pontos e dez rebotes.

Jackson foi o melhor jogador do Charlotte em quadra. O ala-armador anotou 27 pontos e distribuiu quatro assistências. Quem também apareceu de maneira positiva pelos visitantes foi o ala Gerald Wallace, que somou 22 pontos, nove rebotes e seis assistências.

Leia tudo sobre: sub 20seleção brasileiraequadorolimpíadasneymar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG