Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Nenê vai bem, mas Denver cai diante do Portland Trail Blazers

Pivô brasileiro anotou um "double-double", mas não evitou derrota em briga direta pela sexta colocação da Conferência Oeste

iG São Paulo |

A boa atuação de Nenê Hilário não foi suficiente para dar a quarta vitória consecutiva ao Denver Nuggets. O time do pivô brasileiro anotou um "double-double" na partida em que seu time foi derrotado nesta sexta-feira por 107 a 106 na prorrogação.

Mesmo jogando fora de casa, Nenê teve um bom desempenho. Foram 12 pontos e 11 rebotes para o brasileiro. No entanto, o principal nome da equipe de Denver foi o recém-contratado Danilo Gallinari. O jogador fez 30 pontos, mas falhou na tentativa que poderia dar a vitória no tempo-extra.

Pelo lado do Blazers, LaMarcus Aldridge foi o principal nome. O jogador foi o cestinha da equipe com 24 pontos. Além disso, o ala colaborou com 14 rebotes para completar um "double-double".

AP
Observado por Nenê, Gallinari tenta lance
Com o resultado desta sexta, Portland e Denver trocaram de posições na tabela. Foi a 33ª vitória do Blazers que "roubou" a sexta posição do Nuggets na Conferência Oeste. O time do brasileiro Nenê amargou o 26º revés em 60 partidas.

O jogo

O Blazers se aproveitou da falta de entrosamento dos jogadores do Denver para dominar o começo do duelo. Com os novos jogadores ainda se conhecendo em quadra, Nuggets converteu apenas 26% dos arremessos no primeiro período. Com o desempenho, o time do brasileiro Nenê Hilário foi derrotado por 25 a 19 no quarto inicial apesar dos 12 pontos do recém-contratado Danilo Gallinari.

Com os reservas em quadra, J.R. Smith comandou a reação do Denver. O time de Nenê chegou a reduzir a desvantagem para apenas dois pontos no segundo quarto. No entanto, o Portland se recuperou e passou a controlar as ações. Com 45% de acerto no ataque contra apenas 31% do Nuggets, o Blazers fechou o primeiro tem com dez pontos de frente: 49 a 39.

A parada fez bem para o Denver. O Nuggets melhorou especialmente na defesa. A equipe Nenê venceu a parcial com tranquilidade e conseguiu assumir o controle do placar da partida.


O Denver voltou a ter dificuldades no ataque no começo do quarto final. A equipe anotou apenas oito pontos nos seis primeiros minutos do período e viu o Blazers se aproximar novamente (80 a 78).

Após um pedido de tempo de George Carl, o Nuggets melhorou e voltou a colocar sete pontos de vantagem com três minutos para o final do jogo. Foi então que apareceu Brandon Roy. O jogador anotou dez pontos na reta final e levou o jogo pra prorrogação.

Apesar dos quatro pontos de Nenê, o Portland dominou os três primeiros minutos da prorrogação. Arron Afflalo apareceu com cinco pontos seguidos para colocar o Nuggets em vantagem dois pontos no minuto final.

Após falta de Nenê, LaMarcus Aldridge colocou o Portland em vantagem de um ponto, mas deixou a última posse de bola com o Denver. Gallinari errou uma tentativa de três pontos e o Nuggets acabou derrotado.
 

Leia tudo sobre: Nenê HilárioDanilo Gallinari

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG