Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Nenê se destaca nos rebotes e Denver supera New Orleans

Com 13 rebotes, brasileiro fica a um ponto do "double-double" e ajuda Nuggets a vencer primeiro jogo da sua série como visitante

iG São Paulo |

O Denver Nuggets abriu com vitória sua série de quatro partidas consecutivas longe de casa. Nesta segunda-feira, visitou o New Orleans Hornets e venceu por 114 a 103.

Nenê Hilário ficou próximo de um “double-double”. O pivô brasileiro foi o principal reboteiro do jogo com os 13 que apanhou neste noite. No entanto, anotou apenas nove pontos para o Denver.

Os armadores foram os principais comandantes da vitória do time do Colorado. O titular Ty Lawson anotou 23 pontos e distribuiu dez assistências. O reserva Raymond Felton somou 22 pontos e 12 assistências.

Apesar de ter saído de quadra derrotado, Chris Paul foi quem teve a melhor apresentação individual da partida. O armador do New Orleans anotou 27 pontos, mais do que qualquer outro atleta que tenha participado do jogo. Além disso, deu dez assistências, roubou sete posses de bola e apanhou cinco rebotes. Os alas Willie Green e Trevor Ariza colaboraram com 18 e dez pontos, respectivamente.

Em ritmo avassalador, o Hornets iniciou o jogo com uma corrida de 11 pontos a dois. A defesa da equipe local fez com que o Nuggets errase nove dos dez arremessos que tentou nos seis minutos iniciais do confronto.

Mas as bolas do Denver começaram a cair a partir daí e o time conseguiu reagir. Tanto que passou à frente no marcador já ao final do primeiro quarto (23 a 21).

Os visitantes não deixaram mais a liderança escapar e, aos poucos, foram abrindo distância cada vez mais confortável no placar. No intervalo, venciam por 13 pontos (58 a 45).

A conversa no vestiário do técnico Monty Williams com seus comandados não parece ter surtido efeito, pois o Hornets permaneceu sem oferecer resistência ao forte ataque do Nuggets. Ao sofrer uma cesta de três de Wilson Chandler com 52 segundos no terceiro quarto, chegou a ficar em desvantagem por 23 pontos (91 a 68).

A partida já estava decidida, pois não havia mais tempo para uma reviravolta no confronto. O New Orleans até conseguiu deixar a diferença no placar bem menos elástica, mas nada que ameaçasse o resultado final.

Leia tudo sobre: nbadenver nuggetsnew orleans hornets

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG