De acordo com o jornal "Denver Post", o pivô brasileiro vai decidir testar o mercado e poderá assinar com qualquer outro time

Ao que tudo indica, o pivô Nenê Hilário estará disponível no mercado de agentes livres a partir desta sexta-feira. Isso porque o brasileiro, de acordo com o jornal “Denver Post”, vai optar por não exercer o último ano do seu contrato com o Denver Nuggets – que lhe renderia US$ 12 milhões (cerca de R$ 18,7 milhões) ao longo do próximo campeonato.

Caso confirme a decisão, Nenê será agente livre irrestrito. Isso significa que o atleta poderá assinar com qualquer outra equipe da liga para a disputa da próxima temporada sem que o Denver tenha o direito de igualar a proposta.

Eleito pela revista norte-americana “Sporting News” como o melhor agente livre da NBA em 2011 , Nenê vem de uma das melhores temporadas da carreira na liga norte-americana. Suas médias na temporada 2010/11 foram de 14,5 pontos e 7,6 rebotes por jogo.

No mês de maio, após a  queda do Nuggets diante do Oklahoma City Thunder nos playoffs , Nenê declarou ao jornal que gostaria de passar toda a carreira com a equipe, mas demonstrou frustração pela eliminação: “Estou aqui há nove anos. Se as coisas não saem do jeito que você imagina, então é necessário avaliar tudo e ver o que pode ser feito”.

Após o “NBA Draft” deste ano, ocorrido na última quinta-feira (30), Masai Ujiri e Josh Kroenke, dirigentes do Denver, afirmaram o acerto da permanência de Nenê é uma das prioridades da franquia para a próxima temporada.

“Nenê é um jogador que nós queremos ter por aqui durante um longo período”, disse Kroenke. “Ele tem sido fundamental para o time nos últimos anos e é peça-chave para o nosso futuro”.

A questão contratual foi um dos motivos que levaram o pivô a pedir dispensa da seleção brasileira para a disputa do Pré-Olímpico.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.