Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Nenê joga bem, mas Denver perde e fica perto da eliminação

Nuggets recebeu o Oklahoma City Thunder e foi superado pela terceira vez consecutiva na série. Mais um revés e a equipe está fora

iG São Paulo |

Getty Images
Serge Ibaka comemora lance para o Thunder
O Denver Nuggets está em uma situação complicada. O time do brasileiro Nenê Hilário fez uma boa partida, mas foi superado pelo Oklahoma City Thunder por 97 a 94 na noite deste sábado e agora está em desvantagem de 3 a 0 na série melhor de sete partidas.

Nenê foi o principal nome do Denver na partida. O brasileiro colaborou com 15 pontos e ainda pegou dez rebotes para completar um "double-double". O pivô dividiu a condição de cestinha da equipe com Kenyon Martin e J.R. Smith. O jogador ainda teve boa participação defensiva com três tocos.

Pelo lado do Thunder, Kevin Durant foi mais uma vez o cestinha. O jogador fez 26 pontos, mas teve o seu brilho ofuscado pela atuação do companheiro Serge Ibaka. O pivô do Thunder anotou 22 pontos e pegou 16 rebotes.

Agora, o Denver terá uma missão complicada pela frente. Jamais uma equipe que esteve em desvantagem de 3 a 0, situação em que o Nuggets se encontra após a derrota deste sábado, conseguiu a virada. O time do brasileiro precisa vencer quatro jogos consecutivos, incluindo dois duelos em Oklahoma.

O jogo

Após sofrer os quatro primeiros pontos da partida, o Denver virou o placar e dominou o primeiro quarto. O Nuggets liderou o placar por oito minutos, mas permitiu a retomada do controle do placar pelo Thunder. No entanto, com apenas dois pontos sofridos nos dois minutos finais do primeiro quarto, o time do brasileiro Nenê fechou os 12 minutos iniciais com 31 a 26 no placar.

O Denver não conseguiu manter o bom desempenho no segundo quarto apesar do bom trabalho defensivo de Nenê. O pivô brasileiro deu dois tocos (Russell WestBrook e Thabo Sefolosha) e cavou uma falta de ataque para evitar o ataque do Thunder. No entanto, o time de Oklahoma conseguiu a virada.

Getty Images
Jogadores do Denver Nuggets combinam jogada em pedido de tempo na partida contra o Oklahoma

Mesmo com a pressão da torcida do Denver (um grupo de torcedores estava atrás do banco do Oklahoma com camisas do Seatle Supersonics, time que eu origem à franquia, pedindo o retorno da ex-equipe), o Thunder não se intimidou. Os visitantes chegaram a abrir nove pontos de vantagem antes de fechar o primeiro tempo com 56 a 49 no placar.

O jogo começou equilibrado no segundo tempo. O Oklahoma conseguiu manter a confortável vantagem da primeira metade. No entanto, após uma bela cravada de Nenê e outra cesta convertida pro Kenyon Martin, o Denver conseguiu reduzir a diferença entre as equipes para apenas quatro pontos e obrigou o Thunder a pedir tempo.

No entanto, a parada serviu para a arbitragem anular a cesta do brasileiro. Após a revisão feita pelos juízes, aconteceu a confirmação de que o lance de Nenê aconteceu com o relógio de posse estourado.

Para o Oklahoma a parada não deu resultado. O Nuggets seguiu reagindo. Com os reservas em quadra, a equipe conseguiu o empate em uma bola de três convertida por J.R. Smith já no minuto final do terceiro quarto. Em seguida quem apareceu com lances livres convertidos foi Chris Andersen. O Thunder ainda teria o último ataque do período, mas Raymond Felton roubou a bola de Kevin Durant.

O Nuggets não aproveitou o bom momento do final do terceiro quarto. Com muitos erros no ataque e apenas três pontos em quatro minutos, o time de Denver sofreu a virada. O Oklahoma conseguiu abrir cinco de frente após uma cesta de Serge Ibaka e o treinador George Karl pediu tempo para os donos da casa.

A parada não deu resultado. O Denver seguiu com dificuldades para pontuar. Foram quatro minutos sem marcar. Com isso, o Oklahoma chegou aos dois minutos finais com oito pontos de vantagem.

O Nuggets ainda ameaçou uma reação e reduziu a diferença entre as equipes para apenas um ponto nos segundos finais através de duas bolas de três pontos de J.R Smith. O Oklahoma aproveitou o ataque e o Denver foi para a última bola podendo empatar o duelo. Muito marcado, Smith não conseguiu converter outro tiro longo. O jogador saiu reclamando da não marcação de uma falta. De nada adiantou. Os visitantes ficaram com a vitória.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG