Tamanho do texto

Com 16 pontos e 11 rebotes, pivô brasileiro foi um dos destaques do Nuggets, que chegou à sua quarta vitória consecutiva

O Denver Nuggets alcançou sua quarta vitória consecutiva ao derrotar dentro de casa o Houston Rockets nesta segunda-feira por 113 a 106. O pivô brasileiro Nenê Hilário teve boa atuação e registrou um “double-double” para os mandantes: anotou 16 pontos e pegou 11 rebotes durante os 34:44 minutos que esteve em quadra.

O grande destaque do Denver foi o ala Carmelo Anthony, dono de 33 pontos, 11 rebotes e cinco assistências. O ala-armador Aaron Afflalo e o armador Chauncey Billups colaboraram com 15 e 13 pontos, respectivamente.

Do lado do Houston, o ala-pivô argentino Luis Scola foi quem melhor atuou ao somar 24 pontos e sete rebotes. O armador Kyle Lowry também foi bem: marcou 21 pontos e também apanhou sete rebotes.

As duas equipes fizeram uma partida muito equilibrada. Prova disso são as 12 mudanças na liderança do placar, que esteve empatado em 11 oportunidades. E em nenhum momento um time conseguiu abrir mais de dez pontos de distância em relação ao oponente.

Nenê passa pela marcação de Jordan Hill, jogador do Rockets
AP
Nenê passa pela marcação de Jordan Hill, jogador do Rockets

O Nuggets terminou o primeiro quarto com quatro pontos de superioridade (25 a 21). Mas o Rockets manteve-se na cola dos mandantes no período seguinte e empatou o jogo em 52 pontos no intervalo após uma cesta de Scola no último segundo da metade inicial.

O equilíbrio seguiu dando o tom à partida na volta dos vestiários. A disputa entre os dois times permanecia muito parelha e completamente imprevisível até os minutos finais.

Uma cesta do reserva Patrick Patterson com exatos 7:36 minutos restantes no último quarto deixou o Houston a um ponto do empate (90 a 89). Mas logo em seguida, o Denver fez seis pontos consecutivos e estendeu sua vantagem para sete pontos (96 a 89).

O Rockets ainda tentou manter vivas as suas chances de vitória na partida, mas acabou perdendo o adversário de vista no placar quando o relógio indicava dois minutos para o fim. Isso porque dois lances livres de Nenê encerraram uma corrida de nove pontos a dois dos mandantes, que abriram dois dígitos de frente (107 a 97).

Os visitantes ainda tentaram se aproximar, mas não havia tempo suficiente para evitar a derrota. Melhor para o Nuggets, que segue em boa fase.

    Leia tudo sobre: NBA