Dirigentes afirmam que a liga não teve lucro ao longo do último ano e admitem que o rombo foi ainda maior do que se imagina

Em meio a discussões de uma provável greve no basquete da NBA por conta de pagamentos dos atletas, uma revista norte-americana publicou informações que dão conta de um grande lucro por parte da entidade na temporada 2009/10. Os comissários vieram a público desmentir a informação, revelando que a liga teve, na verdade, um prejuízo ainda maior.

De acordo com a tradicional revista "Forbes", a NBA lucrou US$ 180 milhões (cerca de R$ 281,5 milhões) ao final da temporada citada, quando o Los Angeles Lakers foi o campeão. A entidade prontamente veio a público para desmentir as declarações da publicação local.

"Não sabemos como eles fizeram os seus cálculos. A 'Forbes' não tem os dados financeiros das equipes e suas estimativas não condizem com a realidade", afirmou a entidade, que admitiu ter perdido US$ 340 milhões (aproximadamente R$ 531,6 milhões).

No mesmo comunicado oficial, a NBA revelou que 17 das 20 equipes perderam dinheiro ao invés de lucrar, mas em quantidades mínimas e que puderam ser controladas pelos seus donos. Destes times, 11 perderam quantias maiores que US$ 20 milhões. No entanto, os lucros do Los Angeles Lakers, New York Knicks e Chicago Bulls poderiam equilibrar as contas do basquetebol norte-americano.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.