Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Mulher mais alta da história da WNBA morre aos 37 anos

A polonesa Margo Dydek, de 2,18m, sofreu um parada cardíaca e estava internada em um hospital de Brisbane, na Austrália

Gazeta |

A ex-jogadora de basquete Margo Dydek, nome de destaque da WNBA nos últimos anos, morreu nesta quinta-feira. A polonesa de 2,18m de altura sofreu uma parada cardíaca e lutava pela vida havia alguns dias, mas não resistiu às complicações.

Dydek estava em coma, internada desde a última semana em um hospital da cidade de Brisbane, na Austrália, onde passou a morar depois que encerrou a carreira. A ex-atleta era treinadora do Northside Wizards, equipe local que disputava o Campeonato Australiano Feminino de Basquete, e sentiu-se mal no último dia 19 de maio.

"Minhas condolências à família de Margo Dydek, que ela descanse em paz", disse Tina Thompson, que foi companheira de time da polonesa no Los Angeles Sparks.

Em nota oficial publicada no site da equipe, o Northside Wizards também lamentou a morte da ex-jogadora: "Você foi uma membro muito adorada de nossa comunidade e sentiremos a sua falta".

Atleta mais alta da história da WNBA, a liga norte-americana de basquete feminino, Dydek foi a primeira selecionada do draft de 1998 pelo Utah Starzz. Em uma carreira de dez anos, passou também pelo Los Angeles Sparks, Connecticut Sun e San Antonio Silver Stars. Em 2000, defendeu a seleção polonesa que disputou as Olimpíadas de Sydney.

Dydek, que estava grávida, deixa marido e dois filhos.

Leia tudo sobre: Margo DydekWNBAConnecticut SunsLos Angeles Sparks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG