Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Miami vira sobre o Wizards e mantém invencibilidade na temporada

Time da Flórida passou boa parte do jogo atrás no placar, mas aumentou a série de vitórias para 12 jogos

iG São Paulo |

Em uma partida muito equilibrada, o Miami Heat venceu o Washington Wizards por 95 a 94 na noite deste sábado. O time da Flórida passou para parte do jogo atrás no marcador mas conseguiu a virada nos segundos finais para manter a série de invencibilidade.

Após passar praticamente o jogo todo atrás no placar, o Heat assumiu a liderança quando faltavam sete segundos. Agora o Miami soma 12 vitórias consecutivas na temporada. É a maior sequência da liga ao lado do Boston Celtics.

Se o Heat mantém uma série positiva, o mesmo não se pode dizer do Wizards. A equipe amargou a sétima derrota seguida e segue como o pior time da Conferência Leste.

Para vencer, o Heat contou com nova atuação de LeBron James. O astro fechou a partida com 32 pontos. Dwyane Wade e Chris Bosh colaboraram com 20 tentos cada. Pelo Wizards, Nick Young foi o cestinha com 30. Além dele, JaVale McGee e Andray Blatche anotaram "double-doubles" e compensaram a ausência de Gilbert Arenas que foi negociado com o Orlando Magic.


O jogo

Jogando em casa, o Wizards se impôs nos primeiros minutos. O time da capital norte-americana abriu 7 a 2 sobre o Heat logo no principio do jogo em Washington.

Com ótimo desempenho de Nick Young, o Wizards manteve o controle do jogo durante o restante da primeira parcial. O jogador anotou 11 pontos no quarto e ajudou sua equipe a encerrar os 12 minutos iniciais com vantagem de seis (25 a 19).

Com Wade mais ativo (seis pontos em seis minutos), o Heat melhorou e reagiu no começo do segundo período. O time de Miami reduziu a desvantagem para apenas três pontos.

O Heat seguiu se recuperando e LeBron James colocou o Miami no comando do placar pela primeira vez quando restava pouco menos de três minutos para o final do primeiro tempo. No entanto, foi o Wizards que foi para o intervalo em vantagem. Andray Blatche anotou quatro pontos seguidos para o Washington fazer 47 a 46.

Na volta do intervalo, o jogo seguiu equilibrado nos primeiros sete minutos. Neste ponto do jogo, o Wizards impôs ao Heat um período de dois minutos sem pontuar. O time da capital norte-americana aproveitou para abrir sete pontos de vantagem. Mas o Miami voltou a se recuperar e fechou a parcial com 74 a 72.

Sem anotar pontos nos três primeiros minutos do quarto decisivo, o Heat viu o Wizards abrir oito de vantagem. O rendimento irregular da equipe fez o treinador Erik Spoelstra pedir tempo.

A parada fez o Heat voltar a equilibrar as ações. Contudo, o desempenho após o pedido de tempo não foi suficiente para o Heat tirar o Wizards do controle do jogo. Young seguiu comandando a equipe de Washington que manteve cinco pontos de vantagem até 30 segundos para o final.

Chris Bosh anotou uma cesta de três pontos e reduziu a desavantagem do Heat para apenas dois. O Miami passou a usar o recurso de faltas para impedir o relógio de correr e contou com erros do rival para empatar a partida em 93.

Faltando sete segundos, Wade sofreu falta e foi para a linha de lance livre. O jogador não desperdiçou e colocou o Heat na frente. O Wizards ainda teve chance de empatar, mas não aproveitou.

Orlando é derrotado em casa

O Orlando Magic foi surpreendido pelo Philadelphia 76ers. Mesmo jogando em casa, a equipe da Flórida não conseguiu jogar bem e foi derrotada por 97 a 89.

Já sem contar com Vince Carter e Rashard Lewis, titulares envolvidos em negociações, o Magic ficou bem abaixo da sua média de pontos de 96,9 na temporada.

Se o Magic teve uma atuação abaixo do normal, o mesmo não de pode dizer do astro da equipe. Dwight Howard anotou 26 pontos e pegou 20 rebotes, mas não impediu a décima derrota do Orlando na temporada.

Agora o Magic soma 16 triunfos em 26 partidas. Mesmo com o revés, a equipe segue na quarta posição da Conferência Leste. Já o Sixers conseguiu sua décima primeira vitória e torce por um tropeço do Bucks para entrar na zona de classificação para os playoffs.

 

Leia tudo sobre: LeBron JamesMiami Heat

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG