Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Miami vira no fim, elimina o Chicago e chega à final da NBA

Conduzido por LeBron e Wade, Heat reverte desvantagem de mais de dez pontos no último quarto e encerra série contra o Bulls

iG São Paulo |

O Miami Heat conquistou o título da Conferência Leste nesta quinta-feira. Atuando fora de casa, a equipe da Flórida esteve atrás no marcador durante toda a partida. Mas nos últimos minutos, a exemplo do que já tinha acontecido anteriormente , contou com atuações decisivas de LeBron James e Dwyane Wade para chegar à virada. Com a vitória por 83 a 80, encerrou a série melhor de sete jogos por 4 a 1.

LeBron foi o cestinha do jogo com 28 pontos, sendo 12 deles anotados no último quarto. O ala ainda apanhou 11 rebotes e distribuiu seis assistências. Wade fez 21 pontos e seis rebotes, mas cometeu nove desperdícios de posse de bola. Os dois somaram 22 dos 26 pontos do Miami no quarto período.

Chris Bosh registrou um “double-double” e também teve participação importante na vitória dos visitantes. Foram 20 pontos e dez rebotes para o ala-pivô.

O Chicago contou com 25 pontos, oito assistências e cinco rebotes de Derrick Rose. O armador, no entanto, sofreu com a marcação adversária e errou 20 dos 29 arremessos que tentou. O ala Luol Deng colaborou com 18 pontos, sete rebotes e quatro assistências. Quam também atingiu o duplo dígito na pontuação pelo time da casa foi o ala-armador reserva Ronnie Brewer, com dez pontos.

O placar baixo é reflexo da boa defesa imposta por ambas as equipes. O Miami acertou 39,4% dos seus arremessos. O índice do Chicago foi ainda menor: apenas 35,8%.

O jogo

Com Wade e LeBron inspirados, o Miami começou melhor. Decorridos seis minutos da partida, os visitantes venciam por 12 a 6. Nada dava certo para o ataque do Chicago, que pediu tempo para tentar se ajustar em quadra. A conversa deu certo. Comandado por Deng, a equipe local passou à frente e encerrou o primeiro quarto ganhando por 25 a 21.

Os reservas do Bulls vieram à quadra no princípio do período seguinte e estenderam a superioridade. A vantagem do time da casa chegou a atingir os dois dígitos em determinados momentos. Mas o Heat aproveitou-se das falhas ofensivas do adversário nos minutos finais e diminuiu a desvantagem. Foi aos vestiários perdendo por 45 a 38.

A defesa do Chicago, que já tinha se mostrado bastante eficiente na primeira metade, retornou ao jogo na etapa final ainda mais agressiva. O Miami colecionava arremessos errados, demonstrando bastante dificuldade para pontuar. O melhor momento dos mandantes aconteceu com pouco menos de cinco minutos restantes no terceiro quarto, quando Carlos Boozer acertou dois lances livres e colocou a equipe 13 pontos à frente. O placar naquele momento era de 57 a 44.

A exemplo do que ocorreu na reta final do primeiro tempo, os visitantes melhoraram o rendimento ofensivo e encerraram o terceiro período apenas cinco pontos atrás. Contudo, não conseguiram passar à frente. Os locais voltaram a abrir distância folgada e davam indícios de que venceriam com certa tranquilidade.

O tiro de três pontos convertido por Brewer com pouco menos de quatro minutos para o encerramento da partida deixou o Bulls com vantagem de 76 a 64 no marcador. A torcida no United Center já fazia festa, comemorando a iminente sobrevivência do time na série. Mas foi aí que LeBron apareceu e reverteu completamente a situação.

Na defesa, o ala do Heat neutralizou Rose, a exemplo do que já tinha feito na partida anterior da série. No ataque, acertou tudo o que tentou e contou com a ajuda de Wade, igualmente decisivo, para levar o time à virada.

O Chicago perdia por 83 a 80 faltando 16 segundos no relógio e tinha a posse de bola. Rose tentou finalizar o ataque com um chute de três no último segundo, mas foi bastante pressionado pela defesa rival e acabou levando um toco de LeBron.

Festa do Miami, que carimbou passaporte à decisão da NBA pela primeira vez em cinco anos. Terá pela frente o Dallas Mavericks , o mesmo adversário que enfrentou na final de 2006.

Leia tudo sobre: chicago bullsnbamiami heat

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG