Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Miami supera o Utah fora de casa e vence o sexto jogo consecutivo

LeBron James anotou 33 pontos e deu nove assistências no triunfo do Heat, invicto a seis partidas

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882357619&_c_=MiGComponente_C

O Miami Heat atingiu sua maior série invicta na temporada. Nesta quarta-feira, visitou o Utah Jazz e venceu por 111 a 98, conquistando assim sua sexta vitória consecutiva. Com o resultado, o time da Flórida devolveu a derrota que havia sofrido em casa para o Jazz no último dia 9 de novembro por 116 a 114.

LeBron James foi o melhor jogador em quadra. O MVP das duas últimas temporadas somou 33 pontos, deu nove assistências e pegou sete rebotes. O ala-armador Dwyane Wade também teve atuação de destaque: somou 28 pontos, quatro rebotes e quatro assistências. Do trio de astros, Chris Bosh foi o mais apagado: o ala-pivô teve 14 pontos e nove rebotes.

Getty Images
LeBron James faz o arremesso deixando Deron Williams para trás

O armador Deron Williams e o pivô Al Jefferson bem que tentaram fazer com que a torcida na Energy Solutions Arena comemorasse a vitória do Jazz. Williams fez 21 pontos e deu 12 assistências, ao passo que Jefferson registrou 25 pontos e 11 rebotes. Mas o bom desempenho da dupla não foi suficiente para deter o oponente.

O grande trunfo do Heat foi o amplo domínio apresentado nos rebotes. No total, foram 45, sendo 15 deles ofensivos. Número bem superior aos 28 coletados pela equipe local.

Os dois primeiros quartos de jogo foram bem equilibrados. Mas o Miami foi discretamente superior em ambos e foi para o intervalo vencendo por seis pontos: 56 a 50.

A defesa do Jazz não sofreu cestas durante os três últimos minutos do terceiro quarto, o que permitiu à equipe terminar o período um ponto à frente (78 a 77). Mas o Heat logo recuperou a superioridade ao anotar 12 dos 15 primeiros pontos da quarta parcial. Os mandantes não conseguiram mais voltar a equilibrar o jogo e não ameaçaram a vitória do adversário.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG