Tamanho do texto

Time do sul da Flórida acaba com jejum de vitórias que já durava cinco jogos. De quebra, põe fim à invencibilidade do rival

O Miami Heat colocou um ponto final na sua série de cinco derrotas consecutivas em grande estilo. Nesta quinta-feira, recebeu a visita do Los Angeles Lakers, que estava invicto havia oito jogos, e venceu por 94 a 88, numa partida bastante disputada que só foi definida nos dois últimos minutos.

O confronto foi marcado pelo equilíbrio, pois as duas equipes se revezaram na liderança do marcador 16 vezes e estiveram empatadas em outras 18 oportunidades. Além disso, o placar não apontou em momento algum distância superior a seis pontos entre os times.

Para chegar à vitória sobre os atuais campeões, a equipe da Flórida contou com ótimo desempenho do seu trio de astros. O ala-pivô Chris Bosh foi o principal anotador do time com 24 pontos e ainda pegou nove rebotes. O ala-armador Dwyane Wade contribuiu com 20 pontos, cinco assistências, cinco rebotes e quatro roubos de bola. Já o ala LeBron James ficou próximo de um “triple-double”: 19 pontos, nove assistências e oito rebotes.

O cestinha do Lakers foi Kobe Bryant, com 24 pontos. O craque, no entanto, cometeu três desperdícios de posse de bola e errou 13 dos 21 arremessos que tentou. O ala-pivô Pau Gasol marcou 20 pontos e apanhou cinco rebotes. O companheiro do espanhol no garrafão do time de Los Angeles, o pivô Andrew Bynum, atingiu o “double-double”: foram 13 pontos e 12 rebotes.

Dwyane Wade parte para cima da marcação de Kobe Bryant. Astro foi um dos destaques do Heat
Getty Images
Dwyane Wade parte para cima da marcação de Kobe Bryant. Astro foi um dos destaques do Heat

Kobe Bryant começou o jogo com tudo. Anotou os dez primeiros pontos do Lakers na partida e terminou o primeiro quarto com 12. Do outro lado, quem comandava o ataque do Miami era Mario Chalmers, que acertou três bolas de longa distância e liderou o Miami à vitória parcial no período inicial por 29 a 26.

O ritmo do jogo foi o mesmo pelo decorrer da primeira metade, com as duas equipes sempre muito próximas no marcador. O placar no intervalo apontava dois pontos de superioridade para o Heat (55 a 53). E os times só não foram para os vestiários empatados porque Chris Bosh pegou o rebote ofensivo de um arremesso errado de Chalmers nos últimos segundos e colocou a bola dentro da cesta com um tapinha.

Os dois ataques abriram o segundo tempo errando bastante. O Miami só conseguiu pontuar depois de mais de quatro minutos jogados no terceiro período, com um tiro de três de Dwyane Wade. A sorte do time da Flórida é que o Lakers não soube se aproveitar da pane ofensiva do adversário, pois tinha anotado apenas dois pontos até então.

A cesta de três de Derek Fisher com pouco mais de três minutos por jogar no terceiro quarto fez com que o Lakers abrisse seis pontos sobre o rival (68 a 62), maior liderança dos californianos na partida. Mas o Heat reagiu imediatamente e voltou a se aproximar. A disputa seguiu bastante parelha até os instantes derradeiros.

Quando o relógio apontava exatos 2:26 minutos para o encerramento do jogo, Kobe fez uma cesta de três e empatou o confronto em 88 pontos. Mas esta foi a última vez que o Lakers pontuou na noite. A forte defesa do Miami forçou uma série de arremessos errados dos atuais campeões.

Do outro lado da quadra, LeBron e Wade fizeram os pontos necessários para garantir a segunda vitória do Miami sobre o Lakers na temporada. A série de derrotas que tanto incomodou a equipe nos últimos dias finalmente chegou ao fim.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.