Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Miami ganha oitava partida seguida e assume liderança do Leste

Com grande atuação de Dwyane Wade, Heat dominou o Detroit Pistons durante todo o confronto e confirmou a vitória fora de casa

iG São Paulo |

O Miami Heat passou com facilidade pelo Detroit Pistons fora de casa por 106 a 92. A vitória fez com que o time da Flórida estendesse sua série invicta para oito jogos e, de quebra, alcançasse o topo da Conferência Leste.

Com campanha de 39 vitórias e 14 derrotas e um aproveitamento de 73,6%, o Miami tomou a liderança do Leste do Boston Celtics – que tem uma vitória a menos e um desempenho na temporada de 73,1%.

Principal jogador em quadra, o ala-armador Dwyane Wade fez 24 pontos, pegou oito rebotes e deu sete assistências. As duas outras estrelas do Miami também foram bem e registraram “double-double”: o ala-pivô Chris Bosh somou 17 pontos e dez rebotes, enquanto o ala LeBron James teve 16 pontos e dez assistências – além de ainda ter apanhado oito rebotes.

Getty Images
Dwyane Wade em ação durante vitória do Heat
Os destaques do Detroit na partida foram dois reservas: o ala Austin Daye, com 18 pontos, e o ala-armador Ben Gordon, dono de 16 pontos e sete rebotes. O outro atleta dos mandantes que chegou ao duplo dígito de pontuação foi o ala Tayshaun Prince, que anotou 11 pontos.

O Heat não esteve atrás no marcador em nenhum momento da partida. Wade e Bosh fizeram as duas primeiras cestas da disputa e, daí em diante, a liderança esteve nas mãos da equipe da Flórida pelo restante da noite.

A partida ainda teve um pouco de equilíbrio durante boa parte da metade inicial, pois o Miami venceu o primeiro quarto por apenas quatro pontos (25 a 21). Mas o jogo fugiu do controle do Detroit no decorrer do período seguinte, pois os visitantes engataram uma corrida de 21 pontos a sete na reta final da primeira metade e foram para os vestiários com vantagem na casa das duas dezenas (64 a 43).

Muito distante do rival no marcador, o Pistons não conseguiu nem esboçar qualquer tipo de reação ao longo dos dois últimos quartos. Tudo o que conseguiu foi aproveitar o descanso dos principais atletas da equipe adversária para tornar a derrota um pouco menos elástica.

Leia tudo sobre: miami heatdetroit pistonsnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG