Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Miami atropela o Minnesota e vence a quarta partida seguida

Dwyane Wade e LeBron James foram os destaques da vitória tranquila que o Heat conquistou dentro de casa

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861760059&_c_=MiGComponente_C

O Miami Heat não tomou conhecimento do Minnesota Timberwolves. Atuando diante da sua torcida, arrasou o adversário pelo placar de 129 a 97 e conquistou a quarta vitória consecutiva.

Dwyane Wade acertou 12 dos 17 arremessos que arriscou e foi o cestinha do jogo com 26 pontos. LeBron James também teve ótima apresentação ao marcar 20 pontos e distribuir 12 assistências.

Do trio de estrelas do Heat, Chris Bosh foi quem teve atuação mais discreta. O ala-pivô teve 13 pontos e seis rebotes na partida. Udonis Haslem, que atua na mesma posição, saiu do banco e teve um duplo-duplo: 11 pontos e dez rebotes.

AP
LeBron James teve 20 pontos e 12 assistências na vitória em casa do Miami Heat

O ótimo aproveitamento de 58,2% nos arremessos de quadra foi fundamental para o resultado positivo do Miami. O Minnesota, por sua vez, teve índice de acerto de apenas 36,9%. A apresentação inspirada na parte ofensiva permitiu ainda que os jogadores do Heat somassem 31 assistências no confronto, número bem maior do que as 14 do rival.

No primeiro encontro com a equipe por onde atuou nas duas últimas temporadas, Michael Beasley ficou pouco tempo em quadra. O ala machucou o quadril ainda na primeira metade e não retornou para disputar o restante da partida. Em pouco mais de dez minutos, fez 11 pontos e pegou dois rebotes.

Quem mais se destacou no Minnesota foi, mais uma vez, o pivô Kevin Love. Foram 20 pontos e seis rebotes para o jovem jogador, campeão com a seleção norte-americana no Mundial da Turquia.

Os visitantes conseguiram fazer frente ao poderoso time do Miami no início do jogo. Chegaram até a liderar o marcador em algumas oportunidades ao longo do primeiro quarto, mas cedeu a virada nos minutos finais e encerrou o período seis pontos atrás (33 a 27).

O equilíbrio no confronto acabou por aí. O que se viu em seguida foi o amplo domínio de uma equipe sobre a outra. A defesa do Minnesota não conseguia parar o ataque do Heat de jeito nenhum. No intervalo, o placar apontava 16 pontos de frente para os mandantes (69 a 53). E não demorou muito para a superioridade atingir a casa das duas dezenas durante o terceiro período.

Com a vitória já assegurada, os três craques do Miami puderam descansar no banco de reservas durante todo o último quarto. Dada a facilidade com que o time vem batendo seus adversários, esta prática tem se tornado comum.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG