Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

"Meu trabalho ainda não acabou", diz Zach Randolph

Ala-pivô do Memphis comemora vitória sobre o Oklahoma City e diz que a equipe tem condições de vencer a série na casa do rival

iG São Paulo |

O Memphis Grizzlies teria sua eliminação decretada nesta sexta-feira caso perdesse para o Oklahoma City Thunder. Mas a equipe sobreviveu ao bater o rival dentro de casa por 95 a 83, empatando a série e forçando a realização do sétimo jogo para definir quem será o adversário do Dallas Mavericks na final da Conferência Oeste.

“O jogo sete é onde nós gostaríamos de chegar, é o jogo que pode nos levar à final do Oeste”, comemorou o ala-pivô Zach Randolph após a partida. “É importante. Eu me sinto bem, mas meu trabalho ainda acabou. Nós sabemos que será muito difícil ganhar em Oklahoma. Nós acreditamos que temos chances e estamos comprometidos”.

Randolph foi o melhor atleta em quadra. Acertou 12 dos 22 arremessos que tentou e marcou 30 pontos, mais do que qualquer outro jogador que tenha participado da partida. Além disso, alcançou o “double-double” ao capturar 13 rebotes.

A defesa do Thunder simplesmente não conseguiu conter o ala-pivô do Grizzlies, que foi selecionado para o terceiro time da temporada. “Ele estava convertendo arremessos, e arremessos bem marcados”, comentou Scott Brooks, técnico do Thunder. “Ele está no terceiro time da NBA por uma razão. É um jogador que quando começa a acertar seus lances, a única coisa que você pode fazer é tentar atrapalhar os arremessos e forçá-lo a converter dessa maneira. E foi isso o que ele fez hoje”.

As jogadas ofensivas do Memphis não se concentraram apenas no garrafão. O técnico Lionell Hollins realizou uma alteração no quinteto inicial, visando melhorar a produtividade do time no perímetro. Por isso, escalou O.J. Mayo na vaga de Sam Young.

A mudança deu resultado. Mayo conseguiu apresentar rendimento satisfatório no ataque e colaborou com 16 pontos. Fez uma boa dupla de armação com Mike Conley, que contabilizou 11 pontos e 12 assistências.

O Memphis dominou a partida a partir do momento em que ajustou a sua defesa. Depois de ter sofrido 54 pontos na primeira metade, limitou o rival a apenas 29 pontos ao longo dos dois últimos quartos.

A marcação foi tão eficiente que acabou resultando na pior apresentação de Kevin Durant na carreira em jogos de playoffs. O astro do Oklahoma City converteu somente três dos 14 arremessos que tentou e marcou 11 pontos.

Durant classificou o desempenho que teve nesta sexta como “frustrante”, e disse estar ansioso pelo sétimo duelo da série, que acontecerá no domingo em Oklahoma.

Hollins também está. O técnico do Grizzlies quer continuar contrariando as previsões feitas pelos analistas nos playoffs. Assim como fez na primeira rodada dos mata-matas ao eliminar o San Antonio Spurs, líder do Oeste.

“Nós apenas temos que ir lá agora e fazer isso (vencer) de novo”, declarou Hollins. “Sei que os especialistas acham que a série terminou. Eles diziam que venceríamos esta noite e que o Oklahoma City se classificaria em sete jogos. Mas não há nada acabado. Precisamos ir até lá e vencer, e eu estou ansioso por isso”.

Leia tudo sobre: oklahoma city thundernbamemphis grizzlies

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG