Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Mesmo sem contar com Wade e Bosh Miami bate Detroit

LeBron teve a responsabilidade de ser o único do "Big Three" em quadra e anotou 39 pontos para ajudar o Heat em vitória apertada

iG São Paulo |

O Miami Heat recebeu o Detroit Pistons nesta sexta-feira e venceu por apenas um ponto de diferença: 88 a 87.

Sem a companhia de Chris Bosh, fora com lesão no tornozelo, e Dwyane Wade, com torção no pulso, LeBron James tomou a responsabilidade de ser o único membro do “big three” da Flórida em quadra.

O astro anotou 39 pontos, mais do que a soma da pontuação de todos os titulares do Heat, e ainda deu nove assistências e pegou oito rebotes. Mark Miller chegou ao “double-double” com 12 pontos e dez rebotes. Eddie House saiu do banco, marcou 15 pontos e foi o segundo maior cestinha da equipe.

Pelo Pistons, Austin Daye fez 19 pontos e pegou nove rebotes. O veterano Tracy McGrady quase chegou ao “triple-double” ao fazer 14 pontos, dar dez assistências e pegar oito rebotes. Ben Gordon foi o cestinha do time com 21 pontos.

O Detroit não contou com Rodney Stuckey, líder do time em pontos e assistências da temporada. Ele esteve em Miami, mas não se vestiu para o jogo, pois sofre com uma contusão no ombro.

Ben Wallace, que lidera o time em rebotes, tocos e roubadas por partida, não viajou com o grupo por causa de um problema familiar.

Essa foi a segunda derrota seguida do Detroit, que perdeu 30 de 47 partidas na temporada. O Heat ocupa a terceira posição na Conferência Leste com 31 vitórias em 44 disputas.

As equipes disputaram o jogo inteiro ponto a ponto, literalmente. Apesar das apenas dez trocas de liderança no placar, poucas vezes a diferença no marcador foi maior do que três pontos.

O Detroit conseguiu exatamente essa diferença no primeiro quarto, e precisou de muita força para segurá-la até o intervalo.

O último período começou com os visitantes vencendo por quatro pontos. A vantagem chegou a seis (76 a 70) em apenas quatro minutos. O Miami conseguiu empatar nos quatro minutos finais e deixou o clima tenso no ginásio.

As equipes se revezaram na liderança do marcador até o minuto final. Daye acertou um arremesso de três com um minuto pro fim e colocou o Detroit na frente por 87 a 86.

Cerca de 50 segundos mais tarde, House sofreu falta de Gordon e converteu os dois lances livres, colocando a vitória novamente nas mãos dos anfitriões. Daye não repetiu o feito de menos de um minuto antes e errou o chute para três pontos no estouro do cronômetro.

 

Leia tudo sobre: NBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG