Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Mesmo com o retorno de LeBron James, Miami cai diante do Atlanta

Nem mesmo o apoio da torcida e a volta do MVP das duas últimas temporadas foram capazes de fazer com que o Heat voltasse a vencer

Luís Araújo, iG São Paulo |

Desfalcado de Chris Bosh, mas contando com o retorno de LeBron James, o Miami Heat foi superado na prorrogação pelo Atlanta Hawks dentro de casa por 93 a 89. A derrota desta terça-feira foi a quarta consecutiva da equipe da Flórida.

Recuperado de uma entorse no tornozelo que havia o afastado dos dois últimos compromissos do Miami, LeBron foi o cestinha do jogo – apesar de ter acertado somente 11 dos 30 arremessos que arriscou. O ala terminou a partida com 34 pontos, dez rebotes, sete assistências e dois desarmes. Por outro lado, cometeu seis desperdícios no ataque.

O outro astro do Heat disponível para o confronto, o ala-armador Dwyane Wade, fez 27 pontos e pegou seis rebotes. E a exemplo de LeBron, foi responsável por seis desperdícios de posse de bola.

Os comandantes da vitória do Atlanta foram os ala-armadores. Joe Johnson anotou 19 pontos, deu dez assistências e apanhou cinco rebotes. O reserva Jamal Crawford saiu do banco e fez os mesmos 19 pontos. Já o ala Josh Smith colaborou com 15 pontos, 12 rebotes e três roubos.

AP
Jogadores do Atlanta Hawks se cumprimentam após vencerem o Miami Heat

O baixíssimo rendimento ofensivo do Heat acabou sendo determinante para a derrota. A equipe acertou somente 28 arremessos dos 77 que tentou, o que resulta num aproveitamento de 36,4% - pior índice da equipe na temporada. Além disso, desperdiçou 16 posses de bola, contra apenas dez do rival.

A dificuldade em atacar do Miami ficou bastante evidente logo no início de jogo, quando anotou somente 11 pontos no primeiro quarto e viu os visitantes abrirem 19 a 11. Mas as coisas se inverteram em seguida: quem se mostrava confuso ofensivamente era o Hawks, que não marcou mais do que 15 pontos no segundo período e permitiu que o time da casa fosse para o intervalo com 35 a 34 de superioridade no placar.

A partida seguiu muito equilibrada no decorrer da segunda metade, fazendo com que a disputa ganhasse em emoção na medida em que se aproximava do fim. Quando restavam 25 segundos para o encerramento do confronto, Johnson fez uma cesta para o Atlanta que deixou o marcador empatado em 77 pontos.

O Miami ainda teria direito à última posse de bola do jogo e poderia assegurar a vitória com um chute no estouro do cronômetro. Era esse o plano da equipe e LeBron era o responsável por colocá-lo em prática. Mas a bola arremessada pelo astro não conseguiu acertar o alvo e a partida foi para a prorrogação.

A igualdade permaneceu no placar durante a maior parte do tempo-extra. Mas o Heat ficou sem pontuar durante os 51 segundos finais da partida e permitiu que o Hawks garantisse a vitória.

Leia tudo sobre: Miami heatatlanta hawksnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG