Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Maurice Evans contesta David Stern sobre corte salarial na NBA

Ala do Atlanta e vice-presidente do sindicato dos jogadores diz que NBA vive bom momento e desaprova atitude do dirigente

iG São Paulo |

Maurice Evans, ala do Atlanta Hawks e vice-presidente da NBPA (sindicato dos jogadores), disse nesta terça-feira que não concorda com as recentes declarações do comissário David Stern, presidente da NBA, que insiste na redução de um terço dos salários dos jogadores para viabilizar o novo acordo entre a liga e a categoria.

Stern afirmou que quer uma redução na ordem de US$ 750-800 milhões nos salários. Nós definitivamente não concordamos com estes números, disse Evans. Sentimos que o jogo está realmente em um grande nível". E que, por isso, Evans entende que não há motivos para a redução pretendida por Stern.

Evans afirmou também que é bem provável que as duas partes não consigam se entender até o All-Star Game, quando os jogadores estarão disponíveis para as negociações. Se houver uma greve, será um retrocesso, afirmou o jogador.

 

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG