Pivô quer ajudar a seleção espanhola a conquistar o bicampeonato europeu, mesmo com a possibilidade de greve que ameaça a NBA

As melhores seleções da Europa se enfrentam no EuroBasket, que será realizado na Lituânia a partir de agosto próximo. Campeã da última edição, realizada em 2009, a Espanha lutará para conquistar o segundo título consecutivo, além de garantir passaporte aos Jogos Olímpicos de 2012. Para isso, deverá contar com a presença de Marc Gasol.

Após a eliminação do Memphis Grizzlies diante do Oklahoma City Thunder nas semifinais da Conferência Oeste da NBA , Gasol retornou à Espanha e disse que deseja juntar-se à seleção do seu país independente do que acontecer na negociação do acordo coletivo de trabalho da liga.

“A princípio, o risco de greve na NBA não coloca em perigo a minha presença na seleção”, afirmou Gasol. “Tenho a intenção de ir porque nós temos um objetivo”.

O atual contrato de Gasol com o Memphis termina ao fim desta temporada . Caso a franquia não chegue a um acordo com o atleta, ele será agente livre restrito – algo que pode prejudicar os seus planos de atuar pela seleção.

“Irei com cuidado, mas meu desejo é jogar pela Espanha”, disse o pivô. “Já disse isso ao Sergio Scariolo (técnico da seleção) quando ele esteve nos EUA".

Gasol vem de uma temporada satisfatória com a camisa do Grizzlies. Titular em todas as partidas disputadas pela equipe no campeonato, registrou médias de 11,7 pontos e 7 rebotes por jogo.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.