Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Magnano diz que vai aos EUA conversar com Varejão e Leandrinho

Treinador afirma que vai visitar também Nenê. Na sequência, vai à Europa falar com brasileiros que atuam na Espanha

iG São Paulo |

“Se eles não puderem jogar, será uma grande perda”. Esta foi a reação do técnico Rubén Magnano ao tomar conhecimento de que Anderson Varejão e Leandrinho Barbosa podem desfalcar a seleção brasileira no torneio Pré-Olímpico.

“Mas não quero falar em suposições”, afirmou Magnano. “Dia 28 de fevereiro eu viajo para os EUA para conversar com eles. Da situação de Varejão eu sei; de Leandrinho eu não tomei conhecimento. Quero ouvir diretamente dele que ele não vai jogar na seleção”.

Varejão será submetido a uma cirurgia no tornozelo direito no próximo sábado, dia 12, em Charlotte, Carolina do Norte. O tempo estimado para a recuperação é entre três e quatro meses. Leandrinho, em entrevista ao jornal “Toronto Sun”, afirmou que não vai ao Pré-Olímpico porque quer descansar. “I need rest”, disse Leandrinho. Em português: “Preciso descansar”.

Magnano tem esperança, no entanto, que ambos possam participar da competição será disputada em Mar del Plata, Argentina, de 30 de agosto a 11 de setembro. “Vou ver com o Varejão quanto tempo de recuperação ele vai precisar”, disse o argentino. “Com o Leandrinho, vou bater um papo com ele. Vou dizer a ele da importância dele na seleção brasileira”.

Somente após essas conversas Magnano disse que vai começar traçar os planos para o torneio classificatório para os Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem. “Vou fazer o que fiz no ano passado, quando visitei os jogadores (nos EUA)”, disse Magnano. “Vou mostrar a eles toda a nossa programação, como fiz anteriormente, e saber deles se estão dentro do projeto ou não”.

Nesta mesma viagem, Magnano disse que vai até Denver. Espera, desta vez, poder contar com Nenê Hilário. Ano passado, às portas do Mundial do Turquia, Nenê teve uma lesão muscular na panturrilha direita e acabou desligado da delegação brasileira.

Caso Varejão não possa jogar e Nenê também tenha problemas, Magnano afirmou que espera contar desta vez com o pivô Paulão Prestes, que atua no Granada, da Espanha. “Vou à Europa também”, disse Magnano. “Tenho acompanhado o ACB”, e afirmou: “Vejo não apenas o Paulão, mas também o Rafael Hettsheimeir (Zaragoza) e o Caio Torres (Menorca Básquet)”.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG