Ala do Chicago Bulls entra em quadra com o objetivo de não ceder jogadas e pontos fáceis para o versátil astro do Miami Heat

LeBron James, do Miami Heat, é um dos melhores jogadores da NBA. Nesta temporada, o ala foi escolhido para a seleção do campeonato e o primeiro time defensivo da liga. Aos 26 anos, acumula dois prêmios de MVP no currículo. Por isso, o Chicago Bulls sabe que o caminho para vencer as finais da Conferência Leste é limitar sua produção dentro de quadra.

“James faz de tudo”, disse Tom Thibodeau, escolhido melhor técnico da temporada depois de comandar o Bulls à melhor campanha da temporada regular, argumentando que o astro não pode simplesmente ser parado. “Ele pode jogar no garrafão. Pode atacar a cesta. Arremessa bem. Tem ótima visão de quadra caso receba marcação dupla”.

Provável responsável pela marcação de James na série contra o Heat, o ala Luol Deng já tem o seu objetivo traçado: dificultar tudo que o oponente tentar fazer. “Você tenta tornar tudo que ele faz mais difícil, duro”, afirmou o atleta. “Meu trabalho é, sempre que marcá-lo, não permitir que faça cestas fáceis. Forçá-lo a trabalhar para conseguir cada ponto”.

Deng já teve a oportunidade de marcar James nos playoffs do ano passado, quando o Bulls foi derrotado pelo Cleveland Cavaliers em cinco partidas. Para o ala de Chicago, seu time está muito melhor, mas LeBron também evoluiu.

“Eu realmente acho que ele está melhor”, falou. “Agora, ele tem jogadores ao seu redor que podem contribuir mais. Ano passado, precisava fazer quase tudo. Mas acho que nós somos um melhor time defensivo hoje e fizemos muito bem este trabalho durante o ano”.

Na temporada regular, o Bulls venceu as três partidas realizadas contra o Heat. James só esteve em duas delas e teve boa participação: 27.5 pontos, nove rebotes e 5.5 assistências. O astro já declarou que acredita que a defesa será o fator fundamental do confronto final de conferência .

A dica de Thibodeau para Deng ser bem sucedido na marcação está na linguagem corporal e postura: “Você precisa se concentrar na posição do corpo. Tentar estar firme e não ser desencorajado. Se ele acertar um arremesso difícil, você precisa voltar e estar pronto para fazer tudo denovo na jogada seguinte”.

O primeiro jogo da série entre Bulls e Heat acontece na noite deste domingo às 21h de Brasília, em Chicago.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.