Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Luol Deng comanda vitória do Chicago sobre o Portland

Ala anotou 40 pontos, sua maior marca da carreira, e foi o responsável por quebrar a invencibilidade do Blazers

Luís Araújo, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861712634&_c_=MiGComponente_C

O Chicago Bulls recebeu o Portland Trail Blazers no United Center e conquistou a sua segunda vitória na temporada. Ganhou pelo placar de 110 a 98 graças à atuação de gala de Luol Deng.

Ao converter 14 arremessos dos 19 que tentou, o ala anotou 40 pontos e foi o cestinha da partida. De quebra, atingiu o seu recorde pessoal de pontos na carreira. Outros dois jogadores do Chicago tiveram atuação destacada e alcançaram o duplo-duplo: o armador Derrick Rose (16 pontos e 13 assistências) e o pivô Joakim Noah (dez pontos e dez rebotes).

Getty Images
A marcação do Portland não conseguiu parar Luol Deng, destaque da partida

Do lado do Portland, quem brilhou foi o ala-pivô LaMarcus Aldridge, dono de 33 pontos e nove rebotes. Já o ala-armador Brandon Roy teve 17 pontos, mas sofreu com a falta de pontaria: errou oito dos 12 arremessos que tentou.

O aproveitamento nos arremessos, aliás, ilustra a diferença dos dois times no marcador. O Bulls teve índice de acerto superior a 60%, bem acima dos 41,2% do Blazers. A equipe da casa também foi melhor nas assistências: distribuiu 27, 12 a mais do que o adversário.

O Chicago assumiu o controle da partida logo nos minutos iniciais e terminou o primeiro quarto com 11 pontos de vantagem (32 a 21), graças ao bom aproveitamento nas jogadas de ataque. Deng foi responsável por metade dos pontos que a equipe anotou no período.

No segundo quarto, o Portland conseguiu cortar a diferença para um dígito e foi para o intervalo perdendo por nove pontos (56 a 47). Mas o Bulls conteve a reação do oponente no retorno dos vestiários, novamente comandado por Deng. Foram mais 16 pontos do ala no terceiro quarto que levaram a equipe a abrir 88 a 73 ao final do período.

O time da casa não teve mais a sua liderança ameaçada. Com a vitória já garantida, a expectativa no último quarto era pela quebra do recorde pessoal de pontos de Deng. E isso aconteceu: o 40º ponto do jogador foi anotado após um lance livre certeiro, a três minutos do encerramento da partida.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG