Astro afirma que divergências e momentos complicados com o técnico ficaram para trás e relação entre ambos está melhor a cada dia

Quem vê o Miami Heat eliminando o Boston Celtics e chegando às finais da Conferência Leste não imagina que o time passou por uma situação difícil no início da temporada. Os jogadores questionaram o comando do técnico Erik Spoelstra e seu relacionamento com o astro LeBron James era tido como crítico.

Quase seis meses depois dos problemas e com a final de conferência contra o Chicago Bulls prestes a começar, o ala declarou que a relação com Spoelstra tem evoluído no decorrer da temporada.

“O meu relacionamento com o técnico Spo tem crescido ao longo do ano”, disse James. “Ainda está crescendo. Ele é muito eficiente e passional. Fizemos um ajuste. Com o passar do ano, aprendemos um com o outro”.

Após decepcionantes nove vitórias e oito derrotas no começo da campanha, James e Spoelstra tiveram uma reunião particular para discutir suas diferenças . Na época, os dois disseram que passavam por conflitos saudáveis e desmentiram problemas pessoais.

O encontro marcou uma virada para o time (que venceu 49 jogos e perdeu apenas 16) e o relacionamento entre técnico e astro. Segundo James, houve a compreensão de que um não poderia ser bem sucedido sem o outro e Spoelstra era o “capitão do navio” em que o elenco estava navegando.

Em abril, o treinador elogiou a conduta do astro e a liderança positiva que passou a exercer junto ao grupo. Agora, o jogador acredita que a relação entre ambos alcançou um novo nível: “Você chega ao ponto em que sabe o que o outro está pensando sem precisar dizer nada. Eu respeito ele”.

Mais um capítulo da vivência entre Spoelstra e James começa a ser escrito na noite deste domingo quando Heat e Bulls começam a disputar as finais da Conferência Leste , às 21h de Brasília, em Chicago.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.