Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Leandrinho tem noite discreta na derrota do Toronto para o Utah

Foram apenas nove pontos do brasileiro para os visitantes, que não conseguiram segurar o bom ataque do Jazz

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861852943&_c_=MiGComponente_C

Kobe quer disputar as Olimpíadas de Londres-12
  • Com quatro brasileiros, NBA tem recorde de estrangeiros na temporada
  • Fábio Sormani: Acesse o blog e leia sobre o início da temporada
  • Twitter do iG Esporte: Principais notícias, fatos inusitados, vídeos e opinião
  • O Toronto Raptors, de Leandrinho Barbosa, enfrentou o Utah Jazz fora de casa e foi presa fácil para o adversário. O time de Salt Lake City ganhou pelo placar de 125 a 108.

    O brasileiro saiu do banco e teve atuação de pouco destaque. Jogou por exatamente 19 minutos e 55 segundos, acertou três arremessos em oito arriscados e anotou nove pontos.

    AP
    Sonny Weems saiu do banco para marcar 23 pontos pelo Toronto

    Quem se destacou pela equipe do Canadá foi o pivô italiano Andrea Bargnani, que marcou 26 pontos e ficou a um rebote do duplo-duplo. O ala-armador reserva Sonny Weems contribuiu com 23 pontos.

    O Utah contou com boa atuação da sua dupla de garrafão: o ala-pivô Al Jefferson foi o cestinha do jogo com 27 pontos, seis a mais do que Paul Millsap. Ambos pegaram seis rebotes cada. Mas a estrela da noite foi o armador Deron Williams, que teve 22 pontos, 14 assistências e oito rebotes.

    Os 125 pontos anotados pela equipe da casa na partida foram reflexo da pontaria calibrada dos seus jogadores. Dos 85 arremessos tentados pelo Jazz no confronto, 48 caíram, o que resulta num aproveitamento de exatos 56,5%.

    O jogo começou com uma cesta de Bargnani, fazendo com que o Toronto inaugurasse o placar. Mas o Utah respondeu ao anotar os 13 pontos seguintes. A partir daí, a partida jamais fugiu do controle da equipe da casa, que abriu 19 pontos no quarto inicial e manteve a diferença até o encerramento do primeiro tempo (66 a 47).

    Porém, o Raptors conseguiu voltar no jogo, graças aos 15 pontos de Bargnani no terceiro quarto. Chegou a cortar a desvantagem para dois pontos (86 a 84), após uma cesta de Weems, restando sete segundos para o encerramento do período.

    Depois de ver a liderança que construiu durante toda a partida ser ameaçada, o Utah acordou nos minutos finais e não permitiu que a vitória escapasse das mãos. Pelo contrário: voltou a abrir dois dígitos de diferença e assegurou o resultado no fim sem sustos.

    Leia tudo sobre: basquete - nba

    Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG