Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Leandrinho faz 21 pontos, mas Toronto é derrotado pelo Chicago

Brasileiro foi o cestinha do Raptors, mas o Bulls contou com noite de gala de Carlos Boozer e levou a melhor

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882762100&_c_=MiGComponente_C

Leandrinho Barbosa teve mais uma boa atuação, mas não conseguiu levar o Toronto Raptors à vitória na noite desta quarta-feira. A equipe canadense foi facilmente batida dentro de casa por 110 a 93 para o Chicago Bulls, que atingiu o seu sétimo triunfo consecutivo.

O brasileiro saiu do banco e atuou por meia hora. Foi o cestinha do Toronto com 21 pontos. O ala-pivô Joey Dorsey atingiu um double-double, com 12 pontos e 13 rebotes. Mas o time sentiu falta daquele que tem sido o seu principal jogador na temporada: o pivô Andrea Bargnani. O italiano sentiu fortes dores no joelho esquerdo e não conseguiu jogar.

AP
Carlos Boozer mantém a posse de bola para o Bulls, que passou fácil pelo Raptors

Sem a presença de Bargnani no garrafão, Carlos Boozer aproveitou para fazer sua melhor partida com a camisa do Chicago Bulls: anotou 34 pontos e apanhou 12 rebotes. A noite inspirada serviu para que ele conduzisse o time a mais uma vitória na temporada.

O pivô Joakim Noah também alcançou os dois dígitos em dois fundamentos ao anotar 11 pontos e apanhar 11 rebotes. Já o armador Derrick Rose distribuiu 11 assistências, mas anotou apenas seis pontos.

O ótimo aproveitamento nos arremessos de quadra ajudou o time de Illinois a construir a vitória. O índice de acerto foi de 53,1%, contra 44,2% da equipe local. Além disso, o Chicago foi muito superior nos rebotes (47 a 37) e nas assistências (28 a 19).

O Bulls liderou o placar durante todos os 48 minutos do jogo. Terminou o primeiro quarto com apenas cinco pontos de vantagem (23 a 18). Mas o ataque funcionou muito bem no período seguinte, tendo anotado 40 pontos e fazendo com que a equipe disparasse. No intervalo, os visitantes venciam por 63 a 44.

A situação na volta dos vestiários era a mesma da primeira metade. Desta forma, o Bulls chegou a esticar sua liderança para a casa das três dezenas. O Raptors até conseguiu controlar bem o último quarto de jogo, quando os reservas do rival estavam em quadra. Mas a aproximação dos canadenses passou longe de colocar em risco a sétima vitória seguida do Chicago.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG