Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Leandrinho faz 15 pontos na derrota do Toronto para o Chicago

Equipe do brasileiro perdeu 12 dos seus últimos 15 jogos ao ser batido pelo Bulls, que soma 14 vitórias em 16 partidas

iG São Paulo |

Leandrinho Barbosa teve boa atuação pelo Toronto Raptors nesta terça-feira. O brasileiro marcou 15 pontos e deu cinco assistências durante os 29 minutos que esteve em quadra. Mas a sua equipe acabou sendo facilmente derrotada pelo Chicago Bulls fora de casa por 111 a 91.

O ala Luol Deng se destacou pelo Chicago e foi o cestinha do jogo com 24 pontos. Os alas-pivôs Carlos Boozer (12 pontos e 13 rebotes) e Taj Gibson (16 pontos e 14 rebotes) alcançaram “double-double”. Já o armador Derrick Rose contribuiu com 19 pontos e seis assistências para a 14ª vitória da equipe em 16 compromissos.

O Toronto atravessa momento oposto: acumula agora 12 derrotas nos últimos 15 jogos. Sua principal figura no confronto foi o pivô italiano Andrea Bargnani, que fez 23 pontos e capturou seis rebotes.

O ataque de Chicago encontrou pouca resistência da defesa do Toronto ao converter 53% dos seus arremessos. Além disso, o time de Illinois foi superior nos rebotes (44 a 33) e nos roubos de bola (10 a 5).

Getty Images
Carlos Boozer encara a marcação de Andrea Bargnani e faz o arremesso

O primeiro quarto da partida ainda foi equilibrado entre as equipes e terminou com vitória parcial de apenas dois pontos (29 a 27) do Bulls. Mas os mandantes dispararam no marcador no período seguinte: fizeram 21 dos 31 últimos pontos anotados antes do intervalo e foram para os vestiários 18 pontos à frente (59 a 41).

A falta de atenção na defesa apresentada na reta final do primeiro tempo comprometeu as chances do Raptors no jogo. A equipe canadense não conseguiu mais voltar a equilibrar a partida e viu o adversário manter os dois dígitos de superioridade pelo decorrer da noite.

O bom ritmo do Chicago na partida era mantido pelo bom rendimento dos reservas que entravam em quadra. Tanto que 52 dos 111 pontos anotados pela equipe foram feitos pelos atletas que vieram do banco.

O resultado já estava definido no último quarto, mas os torcedores no United Center ainda aguardavam por duas coisas: a pontuação centenária que daria ao público um Big Mac de graça e a entrada de Brian Scalabrine no jogo. O primeiro desejo foi realizado após uma cesta de C.J. Watson com cerca de seis minutos para o fim. Já o segundo veio quando o relógio indicava dois minutos e meio para o encerramento do confronto, para o delírio dos fãs, que gritavam o nome do ala-pivô.

Leia tudo sobre: NBALeandrinho BarbosaToronto RaptorsChicago Bulls

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG