A segunda edição da Liga de Basquete Feminino contará com equipe do estado do Maranhão

Divulgação
A equipe do Santo André/Semasa é a atual campeã da competição
A segunda edição da (LBF) Liga de Basquete Feminino será iniciada no dia 10 de dezembro reunindo nove equipes, um time a mais do que na primeira edição, representando três diferentes estados. A novidade é a presença do Nordeste na elite do basquete feminino nacional , com a equipe do Maranhão Basquete.

"Teremos algumas boas novidades para esta segunda edição, não só com a chegada do Maranhão, trazendo a região Nordeste de volta ao cenário do basquete feminino. A fórmula de disputa passará a ter a decisão em playoff, melhor-de-três jogos, como é uma tradição do basquete nacional e atrai um número grande de torcedores", relata Márcio Cattaruzzi, presidente da LBF.

Leia mais: Tiago Splitter acerta com o Valencia Basket

A equipe do Santo André/Semasa é a atual campeã da competição e manteve a base para a segunda edição do torneio. "Tenho certeza que veremos ótimos jogos e uma competição bastante atrativa, já que teremos oito jogadoras que ajudaram a classificar o Brasil aos Jogos Olímpicos de Londres em quadra. Se focarmos o grupo que esteve em Guadalajara , esse número de selecionáveis cresce mais um pouco", acrescenta Cattaruzzi.

Algumas equipes contam com atletas consagradas, como os casos das pivôs Alessandra Santos Oliveira, que vai defender o São José/Colinas Shopping; Cintia Tuiu, que atuará pelo Maranhão Basquete, ao lado da ala Iziane, que retornou ao selecionado nacional no Pan-Americano de Guadalajara .

Confira ainda: Atletas da NBA se sentem traídos por Michael Jordan

“Estava com saudade de jogar no Brasil e São José me dá agora essa chance. É um novo desafio e estar perto das novas atletas será algo especial para mim. Serei a novata mais velha na equipe e na competição e isso é muito importante”, afirma Alessandra.

O Maranhão Basquete, do técnico Betinho Lima, também apostará em duas estrangeiras, a norte-americana Crystal Kelly (pivô) e a mexicana Brisa Rodrigues. "Teremos uma competição bastante equilibrada. É claro que equipes como Americana, Ourinhos e Santo André levam um pouco de vantagem, mas com o grupo que estamos montando temos muita chance de crescer durante a competição", explica Lima.

Os participantes da segunda edição da Liga de Basquete Feminino são estes: Santo André/Semasa (Santo André-SP), Ourinhos Basquete (Ourinhos-SP), Americana (Americana-SP), Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC (Catanduva-SP), São Caetano/UNIP (São Caetano do Sul-SP), Basquete Clube/Araçatuba (Araçatuba-SP), São José/Colinas Shopping (São José dos Campos-SP), Vasto Verde/Uniasselvi/FMD Blumenau (Blumenau-SC) e Maranhão Basquete (São Luis-MA).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.