Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

LBF conta com a volta do Nordeste na elite nacional do basquete

A segunda edição da Liga de Basquete Feminino contará com equipe do estado do Maranhão

iG São Paulo |

Divulgação
A equipe do Santo André/Semasa é a atual campeã da competição
A segunda edição da (LBF) Liga de Basquete Feminino será iniciada no dia 10 de dezembro reunindo nove equipes, um time a mais do que na primeira edição, representando três diferentes estados. A novidade é a presença do Nordeste na elite do basquete feminino nacional, com a equipe do Maranhão Basquete.

"Teremos algumas boas novidades para esta segunda edição, não só com a chegada do Maranhão, trazendo a região Nordeste de volta ao cenário do basquete feminino. A fórmula de disputa passará a ter a decisão em playoff, melhor-de-três jogos, como é uma tradição do basquete nacional e atrai um número grande de torcedores", relata Márcio Cattaruzzi, presidente da LBF.

Leia mais: Tiago Splitter acerta com o Valencia Basket

A equipe do Santo André/Semasa é a atual campeã da competição e manteve a base para a segunda edição do torneio. "Tenho certeza que veremos ótimos jogos e uma competição bastante atrativa, já que teremos oito jogadoras que ajudaram a classificar o Brasil aos Jogos Olímpicos de Londres em quadra. Se focarmos o grupo que esteve em Guadalajara, esse número de selecionáveis cresce mais um pouco", acrescenta Cattaruzzi.

Algumas equipes contam com atletas consagradas, como os casos das pivôs Alessandra Santos Oliveira, que vai defender o São José/Colinas Shopping; Cintia Tuiu, que atuará pelo Maranhão Basquete, ao lado da ala Iziane, que retornou ao selecionado nacional no Pan-Americano de Guadalajara.

Confira ainda: Atletas da NBA se sentem traídos por Michael Jordan

“Estava com saudade de jogar no Brasil e São José me dá agora essa chance. É um novo desafio e estar perto das novas atletas será algo especial para mim. Serei a novata mais velha na equipe e na competição e isso é muito importante”, afirma Alessandra.

O Maranhão Basquete, do técnico Betinho Lima, também apostará em duas estrangeiras, a norte-americana Crystal Kelly (pivô) e a mexicana Brisa Rodrigues. "Teremos uma competição bastante equilibrada. É claro que equipes como Americana, Ourinhos e Santo André levam um pouco de vantagem, mas com o grupo que estamos montando temos muita chance de crescer durante a competição", explica Lima.

Os participantes da segunda edição da Liga de Basquete Feminino são estes: Santo André/Semasa (Santo André-SP), Ourinhos Basquete (Ourinhos-SP), Americana (Americana-SP), Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC (Catanduva-SP), São Caetano/UNIP (São Caetano do Sul-SP), Basquete Clube/Araçatuba (Araçatuba-SP), São José/Colinas Shopping (São José dos Campos-SP), Vasto Verde/Uniasselvi/FMD Blumenau (Blumenau-SC) e Maranhão Basquete (São Luis-MA).

Leia tudo sobre: basqueteliga de basquete feminino

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG