Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Lakers atropela Sacramento em casa e acaba com jejum de vitórias

Kobe Bryant fez 22 pontos e comandou os atuais campeões a uma tranquila vitória, após quatro derrotas seguidas

Luís Araújo, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854571615&_c_=MiGComponente_C

O Los Angeles Lakers colocou um ponto final na sua série de quatro derrotas consecutivas. Na noite desta sexta-feira, jogou no seu ginásio contra o Sacramento Kings e venceu com bastante facilidade por 113 a 80.

Kobe Bryant foi o cestinha do jogo. O craque do Lakers anotou 22 pontos e ainda distribuiu quatro assistências. Pau Gasol e Lamar Odom, jogadores que formam o garrafão titular da equipe angelina, postaram 16 pontos e três tocos cada.

O destaque do Sacramento foi o ala-pivô Jason Thompson, que somou 19 pontos e dez rebotes. Já o armador Tyreke Evans, melhor calouro da NBA na última temporada, apareceu com 15 pontos e cinco rebotes.

Getty Images
Kobe Bryant encara a marcação de Donte Greene

A facilidade que o Lakers encontrou para atacar justifica a alta pontuação do time. Os atuais campeões acertaram 47 dos 83 arremessos que tentaram, o que resulta num aproveitamento de 56,6%. O Sacramento conseguiu converter somente 40,3% dos seus tiros. Além disso, os mandantes mostraram-se bem mais solidários ofensivamente: somaram 27 assistências, contra apenas 15 do rival.

Os visitantes ainda impuseram resistência no princípio da disputa. Com sete minutos restantes no primeiro quarto, Thompson acertou um arremesso que deu ao Kings três pontos de frente naquele momento. Mas o Lakers engatou, a partir daí, 11 pontos consecutivos e assumiu de forma definitiva o controle da partida. A liderança do placar não mudaria mais de lado até o fim do confronto.

Depois de ter encerrado o quarto inicial vencendo por cinco pontos (21 a 16), o time de Los Angeles conseguiu abrir distância mais folgada no segundo período. Isso porque os reservas que o técnico Phil Jackson colocou em quadra não permitiram que o ritmo da equipe caísse.

Kobe voltou para a quadra com sete minutos por jogar na primeira metade e anotou mais dez pontos até o intervalo. No total, já tinha 16 quando as duas equipes foram para os vestiários. E, à esta altura, o marcador indicava superioridade de 52 a 35 para o Lakers.

O Kings sequer esboçou algum tipo de reação no segundo tempo. Pelo contrário: foi derrotado em cada um dos dois últimos quartos e viu a desvantagem atingir a casa das três dezenas. Não causou o menor incômodo aos atuais campeões, que enfim se reencontraram com a vitória.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG