Tamanho do texto

Jogador se recusou a entrar em quadra após ser sacado do jogo de terça-feira diante do Boston Celtics

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861486197&_c_=MiGComponente_C

A temporada começou mal para o Detroit Pistons. A equipe perdeu seus cinco primeiros jogos e os rumores já começaram a aparecer. Além disso, o desentendimento entre o técnico John Kuester e o badalado Rodney Stuckey pode piorar o clima pelos lados de Michigan.

Stuckey se recusou a voltar à quadra após ser retirado no terceiro quarto da derrota do Pistons para o Boston Celtics na última terça-feira. Kuester chegou a ordenar sua entrada por duas oportunidades, mas Stuckey recusou em ambas.

Getty Images
Rodney Stuckey foi deixado de fora durante a última partida do Pistons

Após a turbulência, o time de Detroit conquistou seu primeiro triunfo ao bater o Charlotte Bobcats na sexta-feira por 97 a 90. Stuckey, contudo, nem sequer entrou em quadra. Após a partida, Kuester foi perguntado sobre o tema e preferiu se esquivar.

O assunto está sendo tratado internamente, disse ele aos jornalistas. Os jogadores fizeram um grande trabalho (contra o Bobcats) e agora só temos que pensar em vencer, pontuou.

O próximo desafio do Pistons será neste domingo (dia 7) diante do Golden State Warriors, na Califórnia. Stuckey estará na viagem, mas será que ele joga? Essa pergunta só John Kuester poderá responder.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.