Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Kobe Bryant comanda vitória do Oeste no "All-Star Game" de 2011

Jogando em casa, astro do Los Angeles Lakers ganhou o quarto prêmio de MVP da carreira e igualou-se a Bob Pettit

Luís Araújo, iG São Paulo |

A Conferência Oeste venceu a Conferência Leste por 148 a 143 no 60º “All-Star Game” da NBA, realizado na noite deste domingo no Staples Center, em Los Angeles. E a torcida local fez festa para Kobe Bryant, que acabou sendo eleito o melhor jogador da partida.

O ala-armador do Los Angeles Lakers fez 37 pontos e pegou 14 rebotes para o Oeste. Com a grande atuação, conquistou o quarto troféu de MVP do jogo das estrelas da sua carreira, igualando-se a Bob Pettit como o jogador que mais vezes levou este prêmio para a casa.

Durante a partida, Kobe dava sinais de que bateria o recorde de pontos do “All-Star Game”. Mas, no fim das contas, não conseguiu superar a marca de 42 pontos, anotados por Wilt Chamberlain em 1962.

LeBron James, principal responsável por manter o Leste com chances de vitória até o fim, também entrou para a história. O ala do Miami Heat fez 29 pontos, pegou 12 rebotes e deu dez assistências, registrando assim o segundo “triple-double” da história do evento.

O primeiro foi anotado por Michael Jordan, que somou 14 pontos, 11 rebotes e 11 assistências em 1997.

Esta foi a 24ª vitória da Conferência Oeste. Apesar do resultado desta noite, o Leste permanece com ampla vantagem no confronto histórico (36 vitórias).

O jogo

A partida começou com duas cestas de Amar’e Stoudemire, ambas provenientes de passes de LeBron James. O bom início do Leste inspirou o pivô Dwight Howard a fazer as vezes de armador do time, puxando contra-ataques e até arriscando um arremesso de longa distância. Não teve sucesso: mostrou que o seu lugar mesmo é dentro do garrafão.

Kobe Bryant foi quem tratou de acender o time do Oeste no jogo. O fato de atuar em casa inspirou o craque do Lakers, que demonstrava uma vontade de atacar muito grande, como se estivesse disputando uma partida de playoff.

Além das cestas de Kobe, dois acontecimentos em quadra causaram grande comoção da torcida no Staples Center durante o primeiro quarto.

O primeiro foi com pouco mais de cinco minutos jogados, quando o técnico do Leste, Doc Rivers, colocou em quadra de uma só vez os quatro representantes do Boston – Rajon Rondo, Ray Allen, Paul Pierce e Kevin Garnett. A gigantesca rivalidade entre Lakers e Celtics não foi deixada de lado nem mesmo neste jogo festivo pela torcida em Los Angeles, que vaiou bastante o quarteto.

A reação do público, no entanto, foi completamente diferente três minutos depois, quando Blake Griffin fez sua primeira cesta no “All-Star Game”. O ginásio fez festa para a enterrada do jovem ala-pivô – que joga no Clippers, mas que também é adorado pelos fãs do Lakers.

Getty Images
Kobe Bryant sobe para a enterrada e anota mais dois pontos para o Oeste

Comandado pelos 11 pontos de Kobe, o selecionado do Oeste abriu dez pontos de superioridade no primeiro quarto (37 a 27). No segundo, pouca coisa mudou: o Leste não conseguia se aproximar de maneira muito ameaçadora no marcador, enquanto o astro do Lakers seguia com a mão quente.

Após a cesta de Chris Paul no estouro do cronômetro, o Oeste levou para o intervalo 12 pontos de vantagem (76 a 64). Destes 76 pontos feitos na primeira metade, 21 saíram das mãos da principal estrela do Lakers, que não escondia o desejo de sair de quadra com o quarto troféu de MVP da carreira.

A grande atuação na primeira metade já colocava Kobe como o grande favorito ao prêmio de jogador mais valioso do evento. Porém, o astro ganhou uma motivação a mais para a segunda metade: passar da marca dos 42 pontos que Wilt Chamberlain fez em 1962.

O Leste voltou dos vestiários disposto a engatar uma reação e estragar os planos de Kobe. A diferença chegou a cair para quatro pontos (83 a 79) depois de uma bandeja de LeBron James, com pouco menos de quatro minutos jogados na segunda etapa.

Getty Images
Kobe Bryant, com a bola nas mãos, escapa da marcação de LeBron James

Mas a resposta do outro lado veio de maneira imediata, pois o Oeste rapidamente voltou a abrir dois dígitos de superioridade no placar. Mais ainda: esticou a liderança para 17 pontos (108 a 91), depois de Carmelo Anthony fazer três cestas consecutivas quando restavam cerca de três minutos por jogar no terceiro período.

A situação parecia já definida quando o confronto se encaminhava para o último período. Mas o Leste contou com um ótimo desempenho de Stoudemire e LeBron para diminuir a desvantagem e voltar a incomodar o seu adversário.

A cesta de Derrick Rose com quatro minutos restantes foi o marco de um momento especial na história do “All-Star Game”. Isso porque quem deu o passe para que o armador do Chicago Bulls colocasse a bola dentro da cesta foi LeBron, que chegava registrava ali o segundo “triple-double” da história do evento.

O bom momento do astro do Miami Heat foi determinante para que o Leste conseguisse ficar a apenas dois pontos do empate (142 a 140). Faltava ainda um minuto para o término da partida quando isso acotneceu, o que deixou a disputa completamente indefinida.

Mas o Oeste não deixou o resultado construído ao longo de toda a noite escapar e confirmou a vitória nos segundos finais. O resultado garantiu o prêmio dentro de casa de Kobe. Mas o astro acabou não conseguindo registrar a pontuação recorde. Ficou a cinco de Chamberlain.

Confira o desempenho de cada jogador na partida:

Conferência Leste

Jogador Pontos Rebotes Assistências Roubos Tocos Minutos
Derrick Rose 11 3 5 1 0 29:56
Dwyane Wade 14 4 2 1 0 20:16
LeBron James 29 12 10 0 0 32:20
Amar'e Stoudemire 29 6 2 0 1 28:04
Dwight Howard 5 7 1 1 0 21:17
Paul Pierce 6 1 2 0 0 11:12
Rajon Rondo 6 2 8 0 0 20:34
Kevin Garnett 4 5 2 0 1 07:32
Ray Allen 12 4 2 0 0 17:09
Chris Bosh 14 5 2 0 1 20:56
Al Horford 2 3 0 0 1 10:20
Joe Johnson 11 2 2 3 0 20:26

Conferência Oeste

Jogador Pontos Rebotes Assistências Roubos Tocos Minutos
Chris Paul 10 4 7 5 0 28:32
Kobe Bryant 37 14 3 3 0 29:21
Carmelo Anthony 8 7 2 1 1 22:44
Kevin Durant 34 3 2 2 2 30:00
Tim Duncan 2 3 2 2 0 11:40
Pau Gasol 17 7 2 0 2 24:22
Deron Williams 5 1 7 1 1 17:53
Dirk Nowitzki 6 5 1 1 1 14:14
Manu Ginobili 7 3 5 3 0 20:43
Blake Griffin 8 5 5 0 0 14:39
Kevin Love 2 4 1 0 0 11:44
Russell Westbrook 12 5 2 0 0 14:08

 

Leia tudo sobre: all-star gamekobe bryantnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG