Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Kobe Bryant comanda o Lakers na vitória sobre o Washington

Craque foi o cestinha do jogo com 32 pontos na despedida temporária do time de Los Angeles do seu torcedor

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882280020&_c_=MiGComponente_C

O Los Angeles Lakers se despediu do seu torcedor com vitória. Na última partida como mandante antes de uma maratona de sete jogos longe do seu ginásio, venceu o Washington Wizards por 115 a 108.

Kobe Bryant foi o grande responsável pelo triunfo do Lakers. O craque foi o cestinha da partida com 32 pontos e ainda pegou cinco rebotes. O ala Lamar Odom compareceu com 24 pontos e sete rebotes. Já o ala-pivô Pau Gasol ficou próximo de registrar um triple-double: foram 21 pontos, 14 rebotes e oito assistências para o espanhol.

AP
Kobe Bryant encara a marcação do Wizards; astro fez 32 pontos

Os armadores foram as principais figuras do Washington no jogo. O reserva Nick Young acertou dez dos seus 18 arremessos de quadra e anotou 30 pontos. Já o jovem John Wall, primeira escolha do último Draft, somou 22 pontos e 14 assistências. Por fim, o veterano Gilbert Arenas registrou 23 pontos.

O Lakers teve aproveitamento inferior ao do seu adversário nos arremessos de quadra: acertou somente 44,9% dos seus tiros, enquanto o Wizards converteu exatos 50%. Por outro lado, os atuais campeões dominaram nos rebotes (45 a 34) e cometeram menos desperdícios de posse de bola no ataque (11 a 17).

O resultado começou a ser construído ainda nos minutos iniciais. Os mandantes anotaram dez dos 12 primeiros pontos da partida e mantiveram-se na ponta do marcador durante toda a noite. Não demoraram para abrir uma dezena de vantagem e administraram a vantagem no período seguinte.

Assim, o placar apontava 13 pontos de superioridade para os californianos ao final da primeira metade: 69 a 56. No entanto, o Washington endureceu a partida no retorno dos vestiários: comandado por Young, anotou 16 dos últimos 17 pontos do terceiro período e cortou a desvantagem para apenas uma posse de bola (87 a 84).

Mas a aproximação parou por aí: o controle do jogo permaneceu nas mãos do Lakers, que manteve-se na frente. Apesar de não conseguir abrir distância confortável, não cedeu a liderança e assegurou o triunfo.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG