Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Kevin Love pode entrar para a história da NBA nesta segunda

Ala-pivô do Minnesota pode igualar o recorde de "double-doubles" seguidos, em poder de Moses Malone. Feito já dura 32 anos

iG São Paulo |

Sete jogos e nenhum brasileiro em ação nesta segunda-feira na NBA. A rodada, no entanto, é atraente, pois alguns jogos chamam a atenção, entre eles Minnesota Timberwolves x Dallas Mavericks.

O confronto de Minneapolis (22h de Brasília) é atraente porque o ala-pivô Kevin Love pode entrar para a história da NBA igualando o recorde de “double-doubles” seguidos. A façanha está atualmente em poder de Moses Malone, que na temporada 1978/79, jogando pelo Houston Rockets, enfileirou 51 duplo-duplos (mais de dois dígitos em dois fundamentos).

Getty Images
Kevin Love pode entrar para a história da NBA

Na derrota do Wolves sábado passado para o Washington (103 a 96), Love anotou seu 50º “double-double” ao assinalar 20 pontos e 21 rebotes. A última vez que Love não atingiu duplos dígitos foi na partida diante do Los Angeles Lakers, em 19 de novembro do ano passado, quando o californiano de Santa Monica zerou na partida e pegou apenas sete rebotes.

Ou seja: faz quase quatro meses que o jogador do Minnesota não sabe o que é sair de quadra sem anotar duplo-duplos.

Este é o único fato que anima os torcedores locais. Isso porque o Wolves é o lanterninha da Conferência Oeste com um desempenho de apenas 23,4%. Ou seja: 15 vitórias e 49 derrotas. No geral, é o penúltimo colocado, à frente apenas do Cleveland Cavaliers (12-50, 19,4%).

Já o Dallas volta à quadra atrás da recuperação. Neste domingo, o time foi batido surpreendentemente pelo Memphis Grizzlies em pleno Texas. E perdeu na última bola: 104 a 103.

Mesmo assim, o Mavs mantém a vice-liderança do Oeste, com 17 derrotas, duas a menos do que o Lakers, que acumula 19.

Outro jogo atraente acontecerá no centro da Flórida, às 21h. O Orlando Magic recebe o Portland Trail Blazers. Confronto de equipes equivalentes, mas o Magic terá um sério desfalque para esta partida: Dwight Howard está suspenso.

A suspensão do Super-Homem, apelido do jogador, ocorreu depois de ele ter levado uma falta técnica no final da partida diante do Chicago, no último sábado. Como ela significou a 16ª na temporada, de acordo com as regras da NBA isso significa a suspensão de uma partida.

E será problema, pois o time não conta com jogadores altos. Howard praticamente joga sozinho quando o assunto são os rebotes. “Eu preciso me controlar”, admitiu Howard. E precisa mesmo.

Sorte do Blazers, uma equipe que não se destaca pela qualidade de seus reboteiros. Tem uma média de 39,5 por partida, o que lhe vale a 27ª posição entre os 30 times que disputam o campeonato.

O jogo desta segunda-feira em Orlando é o primeiro de uma sequência de quatro do time do Oregon fora de casa. Depois a equipe pega Miami, Charlotte e Atlanta.

 

Getty Images
Carlos Boozer em ação contra o Miami Heat

Às 22h o Chicago entra em quadra para jogar novamente diante de seus fãs. E o adversário será o New Orleans Hornets. O time encerrou no último sábado uma excursão de cinco partidas fora de casa e deste quinteto de confrontos perdeu apenas uma vez.

Este desempenho valeu ao time afanar a segunda posição do Miami Heat, uma de suas vítimas nestes cinco jogos longe de seu United Center.

A expectativa por um enfrentamento entre Derrick Rose (Bulls) e Chris Paul (Hornets), dois dos melhores armadores da NBA na atualidade, quase foi frustrada. Isso porque CP3, como Paul é chamado, lesionou-se no pescoço na partida deste domingo diante do Cleveland. O jogador foi levado a um hospital local e exames feitos mostraram que não foi nada grave.

Chance para CP3 tentar vencer Rose pela primeira vez na carreira. Eles se enfrentaram em seis oportunidades pela NBA.

Além desse pequeno tabu, o New Orleans vem de duas derrotas seguidas para o Bulls e dos últimos cinco jogos em Chicago venceu apenas um.

Finalmente, outra partida que merece a atenção do torcedor acontece em Memphis (23h), onde o Memphis recebe o Oklahoma City Thunder. O time do Tennessee vem de uma vitória espetacular pra cima do Mavericks, em Dallas, na última bola: 104 a 103. A cesta da vitória foi convertida pelo ala-pivô Zach Randolph, que vem se destacando nesta temporada.

O Grizzlies busca mais um triunfo, pois briga cabeça a cabeça com Phoenix Suns e Utah Jazz pela oitava vaga do Oeste. Os oito primeiros colocados de cada conferência se classificam para os playoffs.

O Memphis perdeu 29 partida, o mesmo número do Phoenix e uma a menos do que o Utah. Tenta conseguir avançar aos playoffs, fato que não ocorre desde 2006.

Em contrapartida, o Oklahoma City quer vencer porque ainda sonha em pegar o terceiro lugar no Oeste, em poder atualmente do Los Angeles Lakers. O Thunder perdeu 22 partidas até o momento, contra 19 do time californiano.

Os outros confrontos desta segunda-feira são:

Charlotte x Clippers (21h)
New York x Utah (21h30)
Sacramento x Houston (0h)
 

Leia tudo sobre: Derrick RoseKevin LoveZach Randolph

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG