Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Kevin Love atinge marca histórica, mas Minnesota perde do Dallas

Ala-pivô chega ao 51º “double-double” consecutivo e iguala marca de Moses Malone. Contudo, Mavericks estraga festa do T'Wolves

iG São Paulo |

O Minnesota Timberwolves recebeu a visita do Dallas Mavericks e foi derrotado por 108 a 105. Apesar de o time ocupar a última posição da Conferência Oeste e de ter sofrido nesta segunda-feira sua terceira derrota consecutiva, a noite foi memorável para Kevin Love.

O ala-pivô marcou 23 pontos e pegou 17 rebotes para o Minnesota. Desta maneira, chegou ao 51º “double-double” consecutivo e igualou a marca estabelecida por Moses Malone, ex-jogador do Houston Rockets, na temporada 1978/79. Complementou sua ótima apresentação com cinco assistências.

Além de Love, quem também apareceu bem pelo Minnesota foi o ala Michael Beasley, com 20 pontos e nove rebotes. Pouco, no entanto, para bater a forte equipe do Dallas.

O ala Dirk Nowitzki comandou a vitória dos visitantes. O alemão foi o cestinha da noite com 25 pontos e ainda apanhou seis rebotes. O armador Jason Kidd somou 13 pontos, nove assistências e quatro roubos de bola. Já o ala reserva Shawn Marion contribuiu com nove pontos e dez rebotes.

Getty Images
Kevin Love encara a marcação de Brendan Haywood
A partida esteve nas mãos do Timberwolves durante a maior parte do tempo. Melhor em quadra no início do confronto, venceu o primeiro quarto por oito pontos de diferença (30 a 22). Apesar da reação dos texanos no segundo período, sustentou-se na ponta do marcador e foi para os vestiários ganhando por 50 a 48.

Love, à esta altura, já tinha sete pontos e oito rebotes. O “double-double” era questão de tempo. E ele não demorou para ser concretizado: aconteceu a exatos 7:45 minutos do encerramento do terceiro quarto, quando o jogador acertou um tiro de longa distância e chegou a dez pontos no confronto. Tinha atingido os dois dígitos nos rebotes um pouco antes e já somava 11 naquele momento.

A cesta de Love deixou o Minnesota a apenas três pontos do empate (60 a 57). Motivado pelo feito histórico do seu principal jogador, o time local acordou na partida e dominou o rival nos minutos seguintes. Tanto que passou novamente à frente e entrou no último quarto com sete pontos de superioridade (80 a 73).

Mas o Mavericks cresceu na hora certa: nos 12 minutos derradeiros da disputa. O ataque finalmente se encaixou da melhor maneira e produziu 38 pontos durante o último quarto. O Minnesota não conseguiu acompanhar o ritmo do oponente e acabou deixando a vitória escapar na reta final, impedindo que a festa de Love ficasse completa.

Leia tudo sobre: minnesota timberwolvesnbakevin lovedallas mavericks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG