Em encontro nada formal em setembro, jogador do Thunder levou amigos para partida com presidente norte-americano

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861523123&_c_=MiGComponente_C

Kevin Durant revelou que encontrou-se novamente com Barack Obama. O jogador do Oklahoma City Thunder esteve com o presidente norte-americano em setembro passado, um mês após ter feito sua primeira e única visita a Obama, visita esta ao lado de outras estrelas da liga, como Kobe Bryant, LeBron James, Carmelo Anthony, Dwyane Wade e Chris Paul.

Getty Images
Kevin Durant levou a avó e alguns amigos em encontro com Barack Obama

O último encontro veio compensar o primeiro, quando o ala do Oklahoma City acabou ficando em segundo plano. Na oportunidade, em seu twitter, Durant minimizou o fato ao dizer que "sempre há um próximo ano". Contudo, a espera do astro demorou menos de um mês e veio de forma especial.

O presidente norte-americano fez um convite exclusivo para conversar com Durant. E segundo o astro do Thunder, que também revelou esta nova visita em seu twitter, o encontro não foi "nada formal": Obama e Durant chegaram até a bater bola.

Quando esteve no high school (ensino médio) e depois da faculdade, Obama era jogador de basquete. A modalidade, aliás, é a sua preferida.

"Foi muito bom", disse Durant sobre o encontro. "Eu sempre quis fazer isso e o fato de eu ter nascido em Washington tornou isso ainda mais legal. Eu estava muito animado com a possibilidade. É algo que vou me lembrar para sempre".

O encontro foi agendado para um dia após o aniversário de 63 anos da avó do jogador que também participou do evento. Além da avó, Durant levou consigo dois companheiros de time: James Harden e Eric Maynor.

Harden e Maynor se juntaram a alguns funcionários da Casa Branca e formaram duas equipes. Harden, um dos amigos mais próximos de Durant dentro do grupo do Thunder, afirmou que o encontro foi marcante. "Foi um momento bastante divertido", disse Harden. "Por ser canhoto, marcar Obama foi muito difícil e por isso aprendi algumas coisas ao marcá-lo".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.