Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Jordan Burger levanta o Pedrocão e ganha Torneio das Enterradas

Ala do Paulistano foi o mais criativo dos participantes e bateu Lucas Mariano, de Franca, na rodada final por 90 pontos a 86

Luís Araújo, iG São Paulo* |

O jovem ala do Paulistano Jordan Burger incendiou a torcida no ginásio Pedrocão, em Franca, com suas cravadas e foi o campeão do Torneio das Enterradas do NBB de 2011.

O jogador de apenas 19 anos foi quem mais pontos recebeu do júri formado pelos técnicos Alberto Bial e Guerrinha, os ex-atletas José Vargas e Marquinhos Abdala Leite e o apresentador da TV Globo Tiago Leifert.

Na primeira fase, todos os cinco concorrentes realizaram duas enterradas cada um. Classificaram-se para a rodada final os dois que somaram maior número de pontos na fase inicial.

Jordan foi o primeiro a se apresentar e logo de cara agradou o público e os jurados: jogou a bola para o alto, tirou a camisa e completou a enterrada. Sua segunda cravada também foi muito boa, tanto que o ala acabou somando 94 pontos em 100 possíveis.

Lucas Mariano, pivô de Franca, mexeu com o público antes de iniciar a sua apresentação, mas demorou mais de um minuto para encaixar a sua primeira enterrada. Quando finalmente conseguiu, agradou a torcida. O mesmo aconteceu na segunda cravada. Terminou esta fase com 83 pontos.

Divulgação
Jordan Burger, pivô do Paulistano, levantou o Ginásio Pedrocão e ganhou o torneio de enterradas

Campeão de 2010, o pivô Rafael Mineiro, de São José, não conseguiu avançar à decisão. Jimmy Oliveira, também de São José, e Lucas Cipolini, de Uberlândia, foram os outros dois concorrentes que ficaram pelo caminho.

Na final, Jordan fez 90 pontos contra 86 de Lucas. O campeão foi bastante aplaudido por todo o ginásio, especialmente após presentear uma torcedora local com uma flor que pegou em cima do aro após sua cravada final.

"Ganhar este torneio no Pedrocão lotado é um prazer, estou contente demais", disse Jordan, que ainda comentou a cravada final: “Eu já tinha ensaiado o lance antes, mas não sabia pra quem dar a flor. Estava pensando em dar para algum cadeirante ou algum deficiente. Mas o Mineiro me falou que tinha uma torcedora fanática de Franca ali e resolvi homenageá-la”.

*O repórter Luís Araújo viaja a Franca a convite do NBB

Leia tudo sobre: torneio de enterradaspaulistanojordan burgernbb

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG