Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Volante Sandro espera jogo especial contra a Argentina

Tenho certeza que vai ser um jogo muito disputado, mas estamos prontos para corresponder, afirmou o atleta

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860292535&_c_=MiGComponente_C

Joinville estreou em grande estilo na Liga de Basquete Feminino com vitória de sábado em casa sobre o Basquete Clube de Araçatuba por 79 a 56, na abertura do campeonato 2010/11. Porém, o time comandado pela técnica Rose Alfarth terá pela frente um teste complicado: Catanduva, atual detentor do título nacional e que na primeira rodada conseguiu uma elástica diferença sobre a Mangueira (96 a 55).

A partida começará às 21 horas, no Ginásio Municipal Ivan Rodrigues, e será transmitida ao vivo pelo canal SporTv. "Coloquei desde o início para as nossas jogadoras que temos de nos superar, comentou Rose. Precisamos sempre fazer um bom jogo, independente da vitória. E é isso que iremos tentar fazer contra o Catanduva".

Rose encara o jogo como um dos mais difíceis da primeira fase. O que motiva, segundo ela, é poder jogar perto da sua torcida, que no primeiro jogo ainda não compareceu em peso, mas poderá ser uma grande aliada de Joinville de agora em diante. "A gente sabe que é apenas o começo e o torcedor aos poucos vai estar em quadra com a gente. Contra Catanduva, precisamos manter o foco, entrar firme na partida porque sabemos das qualidades do adversário. Eles têm boas jogadoras e vamos buscar fazer o nosso jogo coletivo, avaliou a treinadora.

Tranquilo com a vitória sobre a Mangueira, o técnico Edson Ferreto viu a diferença no placar com naturalidade. "Mangueira tem um time jovem, que está se formando e que vem trabalhando com as atletas da base", lembrou. Sobre a partida no interior de Santa Catarina, Ferreto acredita que terá dificuldades. "Vamos enfrentar uma equipe também nova, mas com jogadoras com bastante experiência no basquete", contou Ferreto.

Em São Caetano do Sul, o time da casa vai tentar a partir das 20h a primeira vitória na Liga, mas a tarefa não será fácil. O adversário é a poderosa Americana, que começou com o pé direito ao bater Santo André por 75 a 59 fora de seus domínios. Na opinião de Norberto Borracha, técnico do São Caetano, Americana é quem começa melhor a Liga.

LBF/Divulg.
Tradicional time de Americana tentará nova vitória no nacional feminino

"Eles mantiveram a base do Paulista e, por isso, têm o favoritismo, disse. Mas as outras equipes devem crescer durante o torneio", definiu o treinador, que só poderá contar com a pivô Graziane no segundo turno porque ela trincou o pé. "É uma jogadora de extrema importância ao nosso time."

A ala Karen Gustavo, destaque com 18 pontos contra Santo André, espera demonstrar a mesma garra contra o São Caetano. "É como eu havia dito, importante nesse início é fazer bons jogos, entrar em quadra concentrada para não perder as oportunidades. Nos Jogos Abertos do Interior as equipes puderam se estudar e acredito em um forte equilíbrio", resumiu. "Fiquei feliz porque a gente começou a Liga vencendo, mas ainda tem muita coisa pela frente.

Comandante do elenco mais jovem da Liga de Basquete Feminino, o técnico Guilherme Vos terá pela frente o Basquete Clube (Araçatuba), no Rio. Na primeira partida, a Mangueira não pôde com a força de Catanduva e perdeu por 96 a 55. Será um duelo interessante porque os dois clubes saíram perdendo na abertura da temporada inaugural da LBF e ao mesmo tempo são concorrentes diretos por uma vaga entre os seis clubes que passarão aos playoffs.

A técnica de Santo André, Laís Elena, está preocupada com o encontro com a forte equipe de Ourinhos no Complexo Esportivo Pedro Dell'Antonia, a partir das 20h. Apesar da grande noite da recém-contratada Micaela (19 pontos e sete rebotes) e da pivô Simone (12 pontos e 12 rebotes), a derrota para Americana deixou treinadora chateada, mas esperançosa por uma bom desempenho.

"O tempo é curto para acertar alguma coisa entre o jogo de sábado e de segunda, mas vamos fazer o possível para melhorar o rendimento, principalmente na defesa", disse Laís.

Leia tudo sobre: basquete - lbf

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG