Locaute começou no primeiro minuto desta sexta-feira, após atletas e donos de franquia não terem acertado novo acordo de trabalho

A NBA está em greve . O primeiro minuto desta sexta-feira marcou o início da paralisação da liga, causada pelo fim do acordo coletivo de trabalho. Nos últimos dias, donos de franquias e representantes do sindicato dos jogadores estiveram reunidos em busca de um acerto, mas as divergências entre as propostas dos dois lados causaram o locaute.

Getty Images
Chris Paul, um dos líderes do sindicato dos atletas
Os dois grupos têm interesse em um acordo que não comprometa a realização da temporada 2011/12, mas também não estão dispostos a ceder. Segundo Chris Paul, armador do New Orleans Hornets e um dos atletas a frente das negociações, os jogadores estão unidos em busca de um acerto que os privilegie.

“Não são apenas eles (os donos) que estão firmes”, disse. “Nós estamos firmes. Estamos nos mantendo juntos. Somos fortes e unidos. Conversamos uns com os outros. Contanto que estejamos em acordo, como estamos neste momento, eu acho que tudo vai acabar bem”.

Uma prova da união do grupo foi dada na última sexta-feira, quando 50 jogadores realizaram um protesto pacífico antes de uma das reuniões entre o sindicato e os donos de franquias. Todos vestiam camisas que formavam uma mensagem de resistência aos representantes da classe.

Kevin Durant, líder do Oklahoma City Thunder, prega que a postura dos atletas não pode mudar, não importa quanto o impasse dure. “Nós vamos nos manter unidos para o que precisamos fazer, não importa quão longa seja a paralisação”, afirmou. “Vamos nos manter levantados. Não vamos ceder”.

Para o ala, um dos integrantes da seleção da temporada 2010/11 , o acordo de trabalho vigente até esta sexta-feira era muito bom e deveria ser mantido. “A forma como o acordo funcionava era algo que gostávamos muito”, falou. “Não há motivo para mudá-lo. Queremos mantê-lo assim, mas é lógico que os donos querem buscar um caminho diferente”.

Como resultado da greve patronal, o site oficial da NBA retirou fotos, vídeos e perfis de atletas do seu conteúdo nesta sexta-feira. Esta é a primeira paralisação da liga em 13 anos , quando as conversas entre jogadores e franquias não foram resolvidas imediatamente e a temporada 1998/99 ficou limitada a 50 partidas.

Primeiro selecionado no “NBA Draft”, o armador Kyrie Irving mantém o otimismo e acredita em uma temporada 2011/12 integral. “Eu realmente não acho que o locaute vai se estender pelo ano todo”, disse. “Não acho que os fãs conseguiriam aguentar. Os jogadores não conseguiriam suportar. A imprensa também. Todos não aguentariam algo tão drástico”.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.