Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Jogadores questionam presença de Spoelstra no comando do Miami

Segundo eles, treinador é simplista e está tolhendo a liberdade dos atletas. Técnico, no entanto, encara os jogadores

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854256184&_c_=MiGComponente_C

O site da ESPN dos EUA publica matéria nesta segunda-feira dando conta de que pessoas ligadas ao Miami Heat e aos jogadores afirmaram que os atletas estão insatisfeitos com o comando do técnico Erik Spoelstra. Questionam, também, se ele é realmente a pessoa ideal para o cargo.

Segundo essas pessoas, os jogadores entendem que Spoelstra não está deixando os atletas serem eles mesmos. E mais: questionam as estratégias ofensivas do treinador, segundo eles, muito simplistas.

Por conta da situação em que se encontra o time neste momento, os jogadores detectaram, segundo essas pessoas mencionadas pelo site norte-americano, que o treinador está em pânico por causa da possibilidade de perder o emprego.

Publicamente, o ala-armador Dwyane Wade declarou nesta segunda-feira o seguinte: Neste momento, na minha opinião, ninguém está fazendo um bom trabalho. Nós estamos com 9-8 (vitórias e derrotas). Estamos todos nessa. Os jogadores não estão fazendo um bom trabalho, o técnico não está fazendo um bom trabalho.

No entanto, a matéria da ESPN, assinada pelo jornalista Chris Broussard, diz que ao contrário do que se pensa, Spoelstra não tem hesitado em criticar as estrelas do time.

Em um recente treinamento de arremessos, Spoelstra disse a LeBron que ele tinha que levar mais a sério o trabalho. A mesma fonte disse que o treinador chamou James e na frente de todo o elenco falou: Eu não preciso dizer o quão sério você deve ser.

Getty Images
Treinador não teria bom relacionamento com o grupo, especialmente com LeBron

Outra fonte complementou: Ele não se intimida com o grupo e se precisar partir pra cima deles, ele parte. Todo mundo sabe que LeBron é um brincalhão e gosta de contar piadas e brincar com todos, mas Spoelstra disse a ele (James), na frente de todo mundo, que ele tem que ser mais sério nos treinos. Os jogadores não acreditaram! Eles sentem que Spoelstra não está deixando-os ser quem eles são.

Ainda nesta segunda-feira, depois do treino de arremessos, Spoelstra disse que jogadores e treinadores nem sempre se dão bem. O relacionamento entre técnicos e jogadores será de confronto às vezes, disse Spoelstra. E isso não é problema desde que as pessoas tenham bom coração e mentes abertas para se melhorar e mostrem que ambos os lados querem fazer o certo.

Segundo Wade, se o time começar a vencer, as pessoas vão encarar o Miami de maneira diferente. Nada será mudado e o treinador começará a ter seu nome indicado para o melhor técnico da temporada, disse o ala-armador.

Depois da derrota para o Mavericks, sábado passado, em Dallas, os jogadores fizeram uma reunião sem a presença da comissão técnica de aproximadamente 45 minutos. Não se sabe o teor da conversa e nem se o nome de Spoelstra foi mencionado ¿ e muito menos se sabe se o encontrão entre LeBron e Spoelstra, durante a partida (veja vídeo abaixo) foi acidental ou não ¿ ou se foi fruto do momento de tensão entre eles.

 

Durante um pedido de tempo você acaba se colidindo com algumas pessoas, disse o treinador. Este é um caso típico de especulação das pessoas sobre o nosso time.

Não se sabe se Spoelstra está com os dias contados no Miami ou não. E nem se os jogadores querem que o presidente do time, Pat Riley, assuma o cargo. Wade, por exemplo, já disse publicamente que não quer Riley no comando da equipe. E Riley também já disse abertamente que não quer mais voltar a treinar.

Segundo uma das fontes da matéria do site da ESPN, Riley tem dito com insistência que Spoelstra será um grande treinador e que ele não irá tirá-lo do cargo. E mais: que Riley vê em Spoelstra ele mesmo em início de carreira.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG