Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Jogadores do Oklahoma City Thunder defendem Russell Westbrook

Atletas acreditam que imprensa exagera na cobertura e críticas ao armador e garantem apoio ao companheiro de equipe

iG São Paulo |

Apesar de estar nas finais de conferência da NBA e ter acabado de tirar a vantagem de mando de quadra do Dallas Mavericks, o Oklahoma City Thunder não vive dias tranquilos. Tudo por conta das críticas recebidas pelo armador titular Russell Westbrook, que não atuou no quarto decisivo da vitória no segundo jogo da série por opção do treinador Scott Brooks.

Diante da situação, os jogadores do Thunder mostraram solidariedade ao companheiro de time e acreditam que há um exagero nas críticas feitas pela imprensa especializada. “Eu estou ficando cansado de todas as críticas que ele está tendo que enfrentar diariamente”, disse o pivô Kendrick Perkins. “Nós ganhamos o jogo. Eric (Maynor) jogou bem e ainda estão falando do técnico ter deixado Russell no banco no último quarto”.

A discussão em torno de Westbrook começou ainda na primeira partida das finais , quando o armador acertou apenas 20% dos arremessos que tentou e deu três assistências em mais de 38 minutos de atuação. No segundo jogo, apesar de melhorar seu rendimento, ter ficado no banco nos 12 minutos decisivos foi o fato que recebeu mais atenção dos analistas.

“As pessoas sempre vão publicar coisas como esta e repercutir até o ponto em que fique quase impreciso”, afirmou o pivô Nick Collison, criticando a postura da imprensa. “Nós só precisamos manter a confiança no que vemos todos os dias. Se olharmos apenas para isso, teremos certeza que tudo está bem”.

Segundo Perkins, independente do que for dito ou escrito sobre o time, Westbrook tem o apoio incondicional do grupo: “Sinto pena dele, mas sempre seremos muito solidários. Este não é o momento de virar as costas, mas sim de tentar animá-lo”.

Maynor, armador reserva, adota postura semelhante a de Perkins. “Como sempre dizemos para Russell, não importa o que qualquer outra pessoa diz sobre ele”, falou. “Nós sabemos o tipo de pessoa e jogador que é. Ele é um grande indivíduo e companheiro de time”.

Westbrook terá uma oportunidade de mudar a opinião dos críticos na noite deste sábado, quando o Thunder encara o Mavericks pela terceira partida das finais da Conferência Oeste.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG