Pivô do Chicago Bulls usou comentário preconceituoso para ofender fã adversário em derrota para o Heat

Joakim Noah, do Chicago Bulls, veio a público para pedir desculpas ao torcedor do Miami Heat que insultou durante a derrota do seu time no terceiro jogo das finais da Conferência Leste . Além disso, o pivô também se desculpou com organizações de defesa dos homossexuais pelas palavras usadas nas ofensas.

Faltando pouco mais de seis minutos para o fim do primeiro quarto da partida, o jogador cometeu sua segunda falta e foi para o banco de reservas. Ao sentar, Noah virou-se e insultou um fã adversário que o provocava. O momento foi captado pelas câmeras de uma emissora de televisão.

“Eu peço desculpas”, disse. “O torcedor disse algo para mim que considerei desrespeitoso e fui levado pelo momento. Eu disse coisas que não deveria ter dito. Estava frustrado e não quis ser desrespeitoso com ninguém.”

O pivô disse também que espera ser multado pela liga pelo incidente. No dia 12 de abril, o astro Kobe Bryant teve postura parecida e foi multado em US$ 100 mil (pouco mais de R$ 160 mil). Noah deverá receber punição semelhante.

O comissário da NBA, David Stern, condenou o insulto dito por Noah. “Eu sei que o basquete é um jogo emocional, mas um termo tão desrespeitoso não pode ser tolerado”, afirmou.

O presidente da Aliança de Gays e Lésbicas contra Difamação, Jarrett Barrios, também se manifestou. “Mês passado, a NBA mandou uma importante mensagem sobre como criar um clima de intolerância com este tipo de comentários é inaceitável”, falou, lembrando o incidente com Bryant. “Estes insultos anti-gay acontecendo tão pouco tempo depois mostram o quanto ainda precisa ser feito”.

Apesar da crítica, Barrios considerou que o pedido imediato de desculpas por parte de Noah é um bom começo e tem certeza que a NBA tomará as medidas disciplinares necessárias para evitar que a situação se repita.

Recentemente, o homossexualismo tornou-se assunto de fortes discussões na NBA . Tudo começou há pouco mais de uma semana, quando o presidente do Phoenix Suns, Rick Welts, assumiu ser homossexual .

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.