Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Joakim Noah é multado em R$ 80,8 mil por xingar torcedor do Miami

Pivô do Chicago proferiu insulto homofóbico ao fã do Heat durante a partida deste domingo. Jogador lamentou fato e se desculpou

iG São Paulo |

A NBA continua firme em seu propósito de evitar que a discriminação e manifestações homofóbicas, tão comum no futebol europeu, tornem-se realidade dentro de seus ginásios. Na tarde desta segunda-feira, Joakim Noah foi multado em US$ 50 mil (cerca de R$ 80,8 mil) por dirigir insultos anti-gay a um torcedor do Miami durante o jogo deste domingo, em que o Chicago foi derrotado por 96 a 85 .

No dia 12 de abril passado, Kobe Bryant xingou o árbitro Bennie Adams , dirigindo a ele igualmente insultos homofóbicos. Ao tomar uma falta técnica, Bryant foi para o banco de reservas e as câmeras da televisão o flagraram dizendo: “Viado do c...”.

O ala-armador do Lakers foi multado em US$ 100 mil (cerca de R$ 161,6 mil). O fato de Noah ter sido punido em 50% do valor de Kobe se deu, segundo a NBA, porque Bryant pronunciou palavras ofensivas e direcionou-as a um árbitro, o que não foi o caso do jogador do Chicago.

O insulto de Noah ao torcedor do Miami não foi divulgado. Mas o pivô lamentou o ocorrido nesta segunda-feira ao dizer: “Eu peço desculpas. O torcedor disse algo para mim que considerei desrespeitoso e fui levado pelo momento. Eu disse coisas que não deveria ter dito. Estava frustrado e não quis ser desrespeitoso com ninguém.”

A NBA multou Noah logo depois de ter conversado com o jogador. Os US$ 50 mil significam 1,6% de seu salário anual, que é de US$ 3,1 milhões.

Entre esses dois episódios, o presidente do Phoenix Suns, Rick Welts, declarou-se gay . Logo em seguida, o ex-jogador Charles Barkley afirmou que “todo atleta já jogou com um homossexual” .

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG