Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Joakim Noah alfineta torcida do Cavs ao defender Scottie Pippen

Para o pivô, faltou criatividade aos fãs que tentaram ofender LeBron James gritando o nome do ex-craque do Chicago

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854554074&_c_=MiGComponente_C

Joakim Noah disse que não assistiu o confronto entre Miami Heat e Cleveland Cavaliers na noite desta quinta-feira (2). Mas o pivô do Chicago Bulls ficou sabendo dos gritos de insulto proferidos a LeBron James. E não entendeu a razão pela qual os fãs, numa tentativa de irritar o MVP das duas últimas temporadas, o chamaram de Scottie Pippen.

Eles (torcedores do Cavs) poderiam ter encontrado um jeito melhor de ofendê-lo do que gritar o nome de um jogador que está no Hall da Fama do basquete, afirmou Noah. É ruim ser comparado a alguém que possui seis anéis de campeão? Eles poderiam ter inventado algo melhor.

Getty Images
Joakim Noah criou uma rivalidade com a torcida do Cavs nos playoffs de 2010

A intenção ao gritar o nome do ex-jogador do Chicago Bulls era a de fazer LeBron entender que assumiu o papel de escudeiro de Dwyane Wade no Miami Heat, mesma função que Pippen desempenhou ao lado de Michael Jordan durante os anos 1990.

Durante os playoffs da última temporada, Noah desenvolveu uma grande rivalidade com a torcida do Cavaliers. Tudo porque criticou a cidade de Cleveland na época dos mata-matas, dizendo que não havia nada para se fazer por lá.

Quando perguntado sobre a possibilidade de também ser hostilizado pela torcida do Cavs, o pivô do Chicago declarou: LeBron jogou bem? Então acho que as vaias não foram muito boas. Acho que elas não o perturbaram o suficiente.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG