Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

J.J. Redick minimiza possibilidade de ser titular do Magic

Ala-armador afirma nunca ter se incomodado com o fato de ser reserva e estar focado em vencer títulos, não começar partidas

iG São Paulo |

Desde que saiu do basquete universitário, em 2006, J.J. Redick tem sido reserva do Orlando Magic. Mudanças aconteceram no elenco da franquia nos últimos anos , mas sua presença no banco sempre foi uma constante. Agora, com o titular Jason Richardson se tornando agente livre, o jogador vive uma perspectiva diferente em sua carreira: começar partidas jogando.

Embora não esconda que gostaria da oportunidade, Redick diz que nunca se incomodou com a reserva. “Eu adoraria começar jogando – todo o atleta gostaria –, mas eu gosto da minha função”, afirmou. “Qualquer frustração que tive foi em decorrência de não ter conquistado um título. Não estou motivado em ser titular, mas em vencer campeonatos”.

Em 281 jogos disputados na carreira, o ala-armador esteve no quinteto inicial em apenas 19. Após atuar menos de 15 minutos por partida em seus dois primeiros anos na liga, se tornar titular seria uma prova final de sua evolução como jogador. Mas Redick pouco liga para isso.

“Eu posso controlar certas coisas e essa é uma das que não posso”, disse. “Eu acredito que, em certas situações, não importa como você jogue, sua função não vai mudar. Uma vez que aceitei ser reserva na NBA, não tenho problemas com isso”.

Antes de pensar em ser titular, Redick precisa se recuperar de uma cirurgia realizada no fim de maio para reparar o rompimento de um músculo abdominal. Segundo o ala-armador, a situação não preocupa e ele já está treinando novamente.

“Eu fiz arremessos nos últimos dias e, nesta quarta, fiz algumas coisas diferentes como simular movimentos”, explicou. “Eu corri em círculos e tudo está evoluindo muito bem. Estou muito satisfeito com o estágio da recuperação em que estou”.

Na temporada 2010/11, Redick participou de 59 partidas do Magic, sendo cinco delas no quinteto inicial. Em pouco mais de 25 minutos de ação por jogo, o ala-armador anotou 10,1 pontos e converteu quase 40% dos arremessos que tentou para três pontos. O time de Orlando acabou eliminado ainda na primeira etapa dos playoffs, contra o Atlanta Hawks .
 

Leia tudo sobre: NBAOrlando MagicJ.J. Redick

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG