Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Indiana supera Chicago dentro de casa e evita eliminação

Apesar de permitir reação do adversário na reta final, Pacers conquista primeira vitória. Bulls lidera a série agora por 3 a 1

iG São Paulo |

O Indiana Pacers ainda sobrevive na temporada. Atuando dentro de casa, venceu o Chicago Bulls por 89 a 84 neste sábado e conquistou a primeira vitória no confronto contra o time de Illinois, que agora lidera a série por 3 a 1.

Quem comandou a vitória do Indiana foi o ala Danny Granger, com 24 pontos e dez rebotes. Outro jogador que registrou “double-double” pelos mandantes foi o pivô Roy Hibbert, com 16 pontos e dez rebotes. O armador A.J. Price saiu do banco e colaborou com dez pontos.

Pelo Chicago, destaque para os 21 pontos e 14 rebotes do pivô Joakim Noah. Seu companheiro de garrafão, o ala-pivô Carlos Boozer, apareceu com 15 pontos e 13 rebotes. Já o armador Derrick Rose somou 15 pontos e dez assistências, mas errou 16 dos 22 arremessos que tentou.

Rose assustou a torcida do Bulls no primeiro quarto, quando sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo ao partir para uma infiltração. O atleta deixou a quadra mancando e foi direto para os vestiários, mas voltou poucos minutos depois e participou normalmente da sequência da partida.

O jogo

O Pacers assumiu o controle da situação logo no início e jamais esteve em desvantagem na partida. Um lance livre de Carlos Boozer com cerca de seis minutos jogados fez com que o Bulls empatasse o confronto em 11 pontos. Mas depois disso, os visitantes ficaram quatro minutos sem converter uma única cesta e permitiram que o oponente deslanchasse.

O ataque de Chicago teve um desempenho muito fraco ao longo dos dois primeiros quartos: cometeu 11 desperdícios de posse de bola e acertou somente 33,3% dos seus arremessos. Os mandantes tiveram um desempenho avassalador nos minutos que antecederam o intervalo e levaram aos vestiários 16 pontos de superioridade (49 a 33).

Apesar de esboçar reação em alguns momentos, o Bulls raramente conseguiu trazer a diferença no marcador para um dígito. O fato de Rose não ter feito um único ponto no terceiro quarto pesou bastante para que isso ocorresse.

Getty Images
Derrick Rose sai de quadra mancando após torcer tornozelo. Apesar do susto, armador voltou ao jogo

A exatos 2:17 minutos do fim, o Pacers vencia por 13 pontos (84 a 71) após uma bandeja de Hibbert. A vitória e a sobrevivência na série pareciam já concretizadas. Mas o Bulls estava disposto a garantir a classificação já neste sábado e emplacou uma reação impressionante.

Tudo parecia dar errado para os mandantes, que colecionaram erros no ataque e não conseguiam conter o ataque rival. O Chicago chegou a ficar a um ponto do empate (84 a 83) depois de uma cesta seguida de um lance livre certeiro de Noah. Ainda restavam 15 segundos no relógio.

Em seguida, uma falta foi cometida sobre Granger, que acertou os dois tiros livres que arremessou e voltou a deixar o Pacers com três pontos de superioridade (86 a 83). Depois, o Bulls veio para o ataque em busca de uma bola de três que empataria o jogo. Mas o bom posicionamento defensivo do oponente obrigou que o chute de longa distância fosse realizado por Boozer. O ala-pivô, pouco acostumado a fazer arremessos de três, não acertou o alvo.

O rebote ficou nas mãos de Granger, que sofreu nova falta e colocou números finais à partida ao acertar mais dois lances livres. Apesar do susto, o Indiana sacramentou a vitória e respira na série.

O próximo encontro entre as equipes será na terça-feira, em Chicago.

Leia tudo sobre: chicago bullsnbaindiana pacers

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG