Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Hortência dá palestra para seleção de basquete em Neiva

Ex-jogadora de 52 anos falou com as atletas e a comissão técnica da equipe que disputa o Pré-Olímpico

AE |

selo

Com a experiência de ter sido uma das maiores jogadoras da história do basquete mundial, Hortência deu uma palestra motivacional para a seleção brasileira feminina de basquete, nesta quinta-feira, em Neiva, na Colômbia. Trabalhando hoje como diretora de seleções femininas da CBB (Confederação Brasileira de Basquete), ela falou com as atletas e a comissão técnica da equipe do Brasil antes da disputa da fase decisiva do Pré-Olímpico.

O Brasil fez uma campanha invicta na primeira fase do Pré-Olímpico, com vitórias sobre Paraguai, Canadá, Jamaica e México. Agora, disputa a semifinal contra Cuba, nesta sexta-feira, a partir das 22h15 (horário de Brasília), em Neiva. E precisa chegar ao título da competição para assegurar a vaga na Olimpíada de Londres.

"Meu objetivo com essa palestra é mostrar que uma pessoa que começou do nada e sem recursos, lutou muito e conseguiu chegar ao sucesso. Se eu consegui, qualquer um pode conseguir, pois ninguém é diferente. Quero mostrar como eu pensava e como agia para alcançar os números e títulos que conquistei", contou Hortência.

Entre inúmeros troféus e prêmios, a ex-jogadora de 52 anos tem no currículo a medalha de prata olímpica em 1996 e o título mundial de 1994. "Só chegarão ao sucesso quem quiser ser a melhor, independente se vão conseguir ou não. Ninguém alcança o topo sem sacrifício. Aqui todas podem chegar lá, é só querer", disse Hortência.

A palestra de Hortência foi muito bem recebida pelo grupo. "É sempre bom ouvir os conselhos de uma pessoa que possui a história de uma vencedora na vida e no esporte. Além de ser um incentivo a mais para irmos atrás da tão sonhada vaga em Londres", admitiu a pivô Damiris, que tem apenas 18 anos e é um dos destaques da seleção.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG