Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Helen Luz recebe homenagem no intervalo da decisão da LBF

Ex-atleta foi aplaudida por torcedores das duas equipes finalistas. Ega, de Santo André, se emocionou com a despedida da amiga

Luís Araújo, em São José dos Campos |

Na manhã deste domingo, durante a final da Liga de Basquete Feminino, houve um momento em que as torcidas de Santo André e Ourinhos deixaram de lado a rivalidade e demonstraram união. Isto aconteceu no intervalo da partida, quando a recém-aposentada Helen Luz recebeu uma justa homenagem pelos serviços prestados ao basquete nacional ao longo da carreira.

Helen defendeu Americana nesta edição da LBF. Aos 38 anos, despediu-se das quadras na última segunda-feira (21), após a eliminação do seu time diante de Ourinhos. Dentre os vários momentos de glória que vivenciou ao longo da sua trajetória no esporte, estão o título Mundial de 1994 e a conquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de 2000, em Sidney.

Reconhecendo o brilho desta vitoriosa carreira, torcedores de ambas as equipes se levantaram e aplaudiram a ex-armadora. Houve até quem pedisse para que ela suspendesse a aposentadoria e voltasse a jogar.

Emocionada, Helen agradeceu o apoio da torcida brasileira durante os anos em que esteve em ação e parabenizou as duas equipes finalistas da competição.

Amiga de longa data de Helen, Ega tinha dito antes da partida que choraria bastante durante esta homenagem. A ala-pivô de Santo André conseguiu conter as lágrimas, mas das 24 jogadoras que participavam da decisão, era de longe a mais envolvida com o momento.

“Eu tinha que me manter concentrada, senão a Laís (Elena, técnica de Santo André) me daria uma dura”, brincou Ega, explicando o motivo que a fez segurar o choro. “Mas o carinho e a consideração que tenho pela Helen eu não preciso demonstrar em público, ela sabe como é. E ela sabe também que eu não queria que ela parasse”.

Ega ainda revelou uma certa frustração por não ter atuado ao lado de Helen nesta reta final de carreira. “Queria jogar esse último ano junto com ela, mas não deu certo porque ela acabou vindo para o Americana”, contou. “Mas ela sabe o carinho enorme que tenho por ela, e é isso que importa”.

Leia tudo sobre: helenamericanaegalbf

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG